Tavares “loves” Tutankamon

O Professor Freitas do Amaral publicou há dias um artigo no qual questiona o facto de Ricardo Salgado ser apontado como o único responsável pelo terramoto financeiro, político e judicial que envolve o Grupo Espírito Santo. Nesse artigo, o Professor Freitas do Amaral não escreve tudo o que pensa, nem tudo o que sabe, o que é normal e avisado. A queda do GES, independentemente dos juízos de valor que cada um possa fazer sobre a personalidade e a actuação do seu líder, é uma história que não foi, nem será contada, uma vez que é inverosímil. Não foi Ricardo Salgado, nem o seu império empresarial que ruiu.

Foi o último e mais sólido pilar do poder económico e financeiro português no mundo que foi sabotado, por ordem expressa de agentes estrangeiros, ao serviço dos quais agiu o governo português, na altura liderado por Passos Coelho. Para se saber quem eram esse agentes, basta ver quem são agora os donos da banca em Portugal, quem herdou a influência internacional que tinha o GES e quem exerce o domínio financeiro sobre a República Portuguesa.

João Miguel Tavares decidiu “responder” ao Professor Freitas do Amaral num um artigo cujo mais forte argumento é recolhido da Wikipédia. Na sua investigação aturada, o cronista descobriu na internet uma coincidência remota nas árvores genealógicas de Ricardo Salgado e Freitas do Amaral. Seria caso para dizer que se João Tavares aprofundasse um pouco mais a sua investigação, não seria difícil descobrir que o próprio cronista descende de uma prima em 33º grau de Jalal al-Din Hassan, o sexto Mestre da Ordem fundada por Hassan ibn Sabbah no ano de 1097. Com um pouco mais de esforço chegará a Tutankamon.

Comments

  1. mdlsds says:

    Acredito que alguém ainda leia João Miguel Tavares por puro divertimento.


  2. Não sabia que descobrir que a mulher de Freitas do Amaral (mulher do cronista) é prima-irmã de Ricardo Salgado (defendido pelo cronista), e portanto quase cunhado do cronista, seja uma coincidência remota a lembrar parentescos com Tutankamon.

    • Bruno Santos says:

      Sabe o que é um “menino da roda”?

    • Rui Naldinho says:

      Dizem que Salgado deixou as irmãs a vender croquetes e rissóis. Vá-se lá saber, esta meia irmã talvez vendesse chamuças !