“Um rigoroso inquérito”

A expressão transformou-se num insulto.

Comments

  1. esteve,ayres says:

    Junto um texto/protesto do juristas Arnaldo Matos, e publicado no seu Twitter, no dia 22 de Janeiro, a propósito das bárbaras agressões da polícia contra os moradores pobres do Bairro da Jamaica, no Seixal

    “(…)Ninguém põe termo às agressões bárbaras da Polícia?

    No domingo passado, a PSP de Setúbal deslocou para o Bairro da Jamaica, no Seixal, uma brigada de intervenção rápida que agrediu barbaramente a população do bairro e de que resultaram vários feridos graves.A Associação SOS Racismo apresentou queixa ao Ministério Público, na sequência da intervenção brutal da PSP de Setúbal no Bairro da Jamaica, exigindo o castigo dos polícias intervenientes.
    Esta actuação da Polícia de Segurança Pública repete-se por toda a parte, como já havia acontecido no Bairro da Cova da Moura, em Lisboa.
    A PSP parece fazer o que quer nos bairros suburbanos, onde vivem os operários sem trabalho, ou com trabalho precário, e os comandos não combatem a acção desenfreada, ilegal e injusta dos seus polícias.
    O governo, tanto o primeiro-ministro António Costa como o ministro da Administração Interna, é directamente responsável pela acção da PSP, e também parece não exigir responsabilidade de ninguém! O ministro deve demitir-se.
    O povo português condena veementemente a actuação da PSP de Setúbal no Bairro da Jamaica, no Seixal, e exige o julgamento e punição exemplares dos polícias que intervieram no domingo passado contra populações pacíficas e desarmadas.A PSP está aliás a brincar com o fogo e a sua acção é de consequências imprevisíveis, se o governo não deitar a mão no assunto.
    A população do Bairro da Jamaica veio ainda ontem protestar contra a PSP de Setúbal na Praça do Comércio e na Avenida da Liberdade, em Lisboa.
    Mais cedo ou mais tarde, estas acções policiais gerarão as inevitáveis e devidas respostas da população em todo”

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.