Dr. António Costa, receba um abraço solidário!

Imagem SIC Notícias

A entrevista concedida ontem à SIC Notícias pelo senhor Primeiro-Ministro e Secretário-Geral do Partido Socialista, Dr. António Costa, é um documento político e ético relevante, tendo-me sensibilizado particularmente a sua reacção às alegadas acusações públicas da Dra. Assunção Cristas, feitas através de órgãos de comunicação, onde terá escrito que António Costa “é uma pessoa sem carácter”.

Não li o artigo em causa, mas faço questão, todavia, de endereçar um abraço solidário ao Secretário-Geral do PS e Primeiro Ministro de Portugal, Dr. António Costa, secundando o seu sentimento de indignação e repulsa por todos aqueles que fazem descer o nível da convivência cívica e política ao patamar do canil.

Como disse, não li o artigo da Dra. Cristas e por isso não sei se aquilo que afirma o Primeiro-Ministro é ou não verdade. Estou, contudo, convicto, que o Dr. António Costa, porque, na verdade, tem carácter, não defende nem dá guarida, quer no governo, quer na direcção do PS, a caluniadores condenados em Tribunal por fazerem bem pior do que aquilo que imputa à líder do CDS.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    Pois…!
    “Olha para o que eu digo, mas não olhes para o que eu faço”, dirá A. Costa.

  2. esteve,ayres says:

    Mas neste País são todos Drs.!!! Os médicos o que são Licenciados?!

  3. Julio Rolo Santos says:

    Não sei se Antonio Costa é um homem sem caráter como afirma Assunção Cristas o que duvido é que Assunção Cristas seja uma mulher com caráter. Esta senhora abusa da sorte proferindo afirmações pouco consentâneas com o seu género pensando que em política tudo lhe é permitido dizer tudo sobre o seu semelhante sabendo-se que, como ministra da agricultura, foi uma autêntica nulidade e os fogos que hoje atinge o pais a ela se devem porque permitiu e incentivou mesmo a plantação de eucaliptos por todo o país. Minha senhora mantenha-se muda e queda baixando a crista e não faça mais ondas neste mar alteroso.


  4. “proferindo afirmações pouco consentâneas com o seu género”. Explique lá esta que não percebi bem. Estará vedado às senhoras dizerem da falta de carácter dos ministros? As senhoras têm de ter respeitinho, é isso?

  5. Julio Rolo Santos says:

    Normalmente as mulheres costumam ser mais comedidas na linguage!m e na forma de estar e é nesse sentido que me refiro ao género. Agora se a Senhora Cristas pretende destoar do resto, nada tenho a opor, no entanto e dado o seu percurso na política e essencialmente como ministra da agricultura espanta-me a lata como chama incompetente a um governante da craveira de Antônio Costa que, quer se goste quer não deixou obra feita na Câmara de Lisboa e agora como Primeiro Ministro. Não faz tudo quanto ambicionamos, obviamente que não mas, comparativamente com o seu antecessor, destrona-o com muita pinta.


    • Um dia, na instrução em Mafra, a meio de uma prova dura de caminhada, e vendo um colega em risco de soçobrar, dei-lhe as minhas pastilhas de sais minerais que vinham na ração de combate, dizendo-lhe que as pastilhas eram poderosos “speeds” que comigo trazia. E foi ver o magala subir montes e vales como se fosse ganhar a maratona, esquecido do cansaço. A diferença entre Costa e Coelho é que Costa sabe dourar a pílula,e nessa arte Coelho é completamente incompetente. Na minha juventude comiam-se migas à falta de melhor, hoje vende-se como prato gourmet. É tudo questão de embalagem, porque a miséria é a mesma.


    • Quanto ao comedimento na linguagem das mulheres, é porque vive numa bolha de entre as avenidas novas e são Bento. Em minha casa o único que moderava a linguagem era o meu pai, e isto antes da igualdade de género e apesar dele fazer uso de todos os privilégios do macho luso.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.