Nunca mais chega a “ajuda humanitária”

Sendo a notícia de 2013, não consta que, entretanto, tenham chegado à Coreia do Norte camiões com bifes e aspirinas. Nem que um qualquer Quim tenha sido “reconhecido” como presidente interino, encarregue de marcar eleições livres. Impressiona até que Paulo Rangel não tenha perdido nenhum avião para Pyongyang. É isto, afinal, a “arte da versatilidade”, de que falava o senhor Ministro dos Negócios Estrangeiros. Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. A Coreia do Norte parece que não tem petróleo, nem ouro, nem coltan. Dizem que tem bombas atómicas. A carvão.

Comments

  1. Miguel Bessa says:

    Tudo paraísos de esquerda a fazer dieta forçada!

    • Passa Fome says:

      Miguelito vê lá se o Kim Jong-un também te dá um beijo na boca!

      https://seandelonas.com/index.html

    • ZE LOPES says:

      Tenha cuidado como que diz Bessa! Olhe que a Geringonça está a preparar um “gulag” para gajos como V. Exa. Vão ser obrigados a fazer renda de manhã à noite, só são permitidas revistas de Sudoku, tudo se passa ao som dos discursos do Bolsonaro acompanhados de músicas do Nelson Ned e do Agnaldo Timóteo! Simplesmente horrível!

      Ah! E V. Exa. só tem uma maneira de escapar: é dar á luz uma menina! Aonde chegam as mentes intoxicadas pelo marxismo cultural!

      Quanto a dietas…realmente nas Honduras anda tudo gordo. E no Brasil. E na Argentina. E na Indonésia. E…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.