Os dois Presidentes

 

 

[clique no vídeo para assistir] O presidente de uma das maiores Câmaras Municipais do país – Vila Nova de Gaia – assina, em nome do Município que representa, um contrato de financiamento de centenas de milhares de euros com um clube de futebol, na mesma cerimónia em que toma posse como presidente do Conselho Fiscal desse mesmo clube.

Por que motivo terão apagado o vídeo do Youtube ?

Comments

  1. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    E uma questão de fechar a gaveta …

    A Câmara de Gaia habituou.nos a ser uma “Câmara desportiva” Basta ver o que se passa com o complexo do Olival e a modalidade do seu aluguer.
    E é bom que se saiba que quem paga este sentimento de filantropia, somos todos nós.

  2. João Soares says:

    Se bem percebi ,este artigo do Bruno Santos,refere-se ao contrato entre a Câmara de V.N.Gaia e o clube de Oliveira do Douro.
    O que é que leva um comentador a ficar tão excitado para desatar de imediato a brandir a ornamentação frontal contra o Centro de Treinos do Olival usado pelo F.C.Porto ?
    Como é sabido , as instalações do Seixal usadas pelo clube de Lisboa foram pagas na totalidade pelo dinheiro dos contribuintes portugueses .Um clube que tem convidados tão ilustres no camarote do rei da coca ,(Berardo, Ricardo Salgado,Rui Rangel,etc.etc.),tem que ter adeptos do nivel destes recos libonenses.

    • Paulo Marques says:

      Um não justifica o outro. Já era tempo destas empresas deixarem de ter direitos especiais.

    • Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

      Sr. João Soares:

      O sr. nunca me viu e só por idiotice saloia me acusa de excitação. E, como artilheiro emboscado, termina pretendendo comparar-me a um reco.
      Isto já não é idiotice.
      É a sua má criação, a sua baixeza, os seus maus fígados e sobretudo, o seu baixo nível, tipo dois graus abaixo de zero.

      Saiba que vivo em Gaia uma razão mais que ponderosa para falar no complexo do Olival.
      A sua dor com o complexo do Seixal, deverá colocá-la a quem de direito na Câmara do Seixal e não à minha pessoa.

      Sobre a sua comparação, também fica clara a sua postura quanto aos golpes, o que não deixa de ser um indicador da sua honestidade intelectual.

      Contrariando a sua costela democrática que na sua resposta ficou bem expressa, informo-o que falo e escrevo sobre o que quero e entendo, não lhe devendo a mínima explicação.
      Mas uma coisa lhe posso dizer: não lhe respondo ao pretenso reco que me acusa, porque, nos muitos anos que por aqui ando, nunca escrevi o que quer que fosse que me fizesse descer ao mundo onde o senhor habita.

      Que é emboscado, já percebi pelo estilo. Agora, veja se afina a pontaria para não dizer idiotices.

    • Dragartomaspouco says:

      E não é que a minha má disposição continua. Começou no sábado `pelas 20h00 e ainda não passou.
      Pedi na altura a alguém que me enviasse umas pastilhas rennie pela Internet, mas ninguém me fez esse grande favor. Hoje até peço Alka Selza, estou tão desesperado que tomo qualquer coisa.

  3. Julio Rolo Santos says:

    Esta promiscuidade entre a política e o desporto com o dinheiro da autarquia, ou seja, dos contribuintes, é de uma desfaçatez inaudível que devia envergonhar quem pratica semelhante ato mas, como esta gente já está vacinada contra a vergonha, só o Ministério Público deve investigar e pôr tudo em pratos limpos para que os contribuintes possam ficar a saber, quem os anda a enganar (roubar?).

  4. Luís Lavoura says:

    Faz todo o sentido que uma autarquia que financia um clube tenha um representante seu no Conselho Fiscal desse clube. A autarquia tem o direito de garantir que o seu financiamento é bem gasto…