(mau) resultado da opção ideológica de Costa y sus muchachos

A factura, essa será paga pelos suspeitos do costume, os contribuintes…

Comments

  1. João Paz says:

    Por acaso, mero acaso ideológico, até está a ver o filme de pernas para o ar. Nada que me surpreenda mas mesmo para esse contorcionismo terá de ter lido só metade da notícia. Será que chegou a tanto?

  2. POIS! says:

    Pois!

    Foi esta e a da Autoeuropa! Por opção ideológica o Governo resolveu não proibir a greve, ao contrário do que aconteceria num regime liberal. E o resultado está à vista: resmas de Eos a saírem das fábricas das Filipinas, enquanto, secretamente, a Autoeuropa está a ser reconvertida numa fábrica de trotinettes! Um escândalo!

  3. César P.Sousa says:

    O primeiro ministro António Costa , também conhecido nos bastidores da famigerada família XUXALISTA pelo hipocorístico de “Tó Pimpão”,faz o que não lembra ao “careca” para caçar votos ao povo mais “absurdo” da europa ocidental conhecidos por PORTUGUESES.
    O Antonoaldo Neves derrete-se à gargalhada com tanta burrice .Nem o untuoso Fernando Medina ou o seu mentor Manuel Salgado fariam melhor.
    Nota da redacção : O sr. António de Almeida, autor deste “post”,não é flor que se cheire,o que não invalida que tenha toda a razão ao criticar este escabroso
    negócio do governo liderado pelo “Tó Pimpão”.

    • R SANTOS says:

      Se o diabo tivesse aparecido quando foi invocado pelos diabinhos de S.Caetano à Lapa, agora tudo era paz e harmonia.

  4. R SANTOS says:

    Uma frase destas dita isolada de um contexto alargado é apenas uma trapaça intelectual.

    Se o diabo tivesse aparecido quando foi invocado pelos diabinhos de S.Caetano à Lapa, agora tudo era paz e harmonia.

  5. Pimba! says:

    Ó seu Toninho, entäo a privatizac,äo näo ia tornar a TAP lucrativa?
    Entäo mas se agora é privada, porque será o Estado a pagar a conta, na mesma?

Responder a R SANTOS Cancelar resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.