Gaia, a silenciosa hecatombe do PS

Gaia: Variação dos resultados eleitorais entre as Autárquicas de 2017 e as Legislativas de 2019.

Vila Nova de Gaia: das Autárquicas de 2017 para as Legislativas de 2019, o PS perdeu em Gaia cerca de 35% dos votos. Passou de 85.118 para 57.891. Acresce que em 2019 houve quase mais 20.000 votantes que em 2017.

Comments


  1. Comparar alhos com bugalhos não faz nenhum sentido.

    • Rui Naldinho says:

      Se numa primeira leitura podemos inferir que as autárquicas nada tem a ver com legislativas, facto é que os números não enganam. O PS perde eleitores e o PSD ganha eleitores.
      Mas neste caso, quase que me apetecia dizer que os gaienses se revêm mais no líder da autarquia do que no primeiro ministro.


  2. Não discuto números, percentagens ou quem perdeu com quem. Mas Gaia, um dos maiores concelhos do país, parece eternamente gerida por uma comissão de gestão. Sem rasgo, um concelho amorfo, demasiadamente provinciano, colada, por circunstâncias geográficas, à 2ª cidade do país, e nem assim sai do marasmo. O PS, actual gestão da autarquia, perdeu votos? não sei para quem, mas ainda bem que perdeu.

  3. Julio Rolo Santos says:

    Sim, e então? O país não é só Vila Nova de Gaia, o que mostra, que Vila Nova de Gaia não acompanhou a evolução dos tempos e ficou para trás, votando PSD, o que em nada alterou o sucesso do PS.

  4. Luís Lavoura says:

    Isto só mostra que os gaienses gostam muito da gestão autárqica do PS, por isso votam nela mesmo não sendo do PS.

  5. Luís Lavoura says:

    Há montes de autarquias no país nas quais os resultados das autárquicas e das legislativas são muito diferentes. E isto deve-se a as pessoas saberem que estão a votar para coisas e para pessoas diferentes. Gaia nada tem de original.

  6. POIS! says:

    Pois!

    Estes números são giros!

    Só que a conclusão pode ser a inversa.

    O prasidentedacambradavilanovadagaia vale munto mais que o psdavilanovadagaia e mesmo o psdeportugalcumandadopeloalbertocostadalisboaquénosul.

    Ah! Pois!

Responder a Julio Rolo Santos Cancelar resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.