Dra. Ana Gomes

Venha cá abaixo. Deixe lá Angola. Cumpra o seu dever.

Comments

  1. Daniel says:

    Angola não, porque o dinheiro era/é “lavado” em Portugal!

  2. Rui Naldinho says:

    A Dra Ana Gomes é das personalidades dentro do PS que mais admiro, pela sua coragem e frontalidade, denunciando de viva voz uma catrefada de abusos, dentro e fora do país. Mas mais, para além da denúncia, alerta-nos para a hipocrisia dos poderes instituídos, sempre prontos a falar só do que lhes convém, ignorando ou relativizando-a outras.
    Como todos os seres humanos tem as suas fragilidades, quem não as tem(?), mas não se deixa enredar por esquemas mafiosos, coisa essa muito vulgar na maioria dos políticos e proto candidatos a tal, que pululam em todos os espectros partidários, com especial ênfase no PSD e no PS.

    • esteves ayres says:

      Nem mais…

    • POIS! says:

      Pois! Ora aí está!

      Ana Gomes não precisa de encher a boca de venturas, perdão, de “vergonhas”, para mostrar onde elas estão.

    • Dragartomaspouco says:

      Ela agora está com pouco tempo. Anda dedicada a tempo inteiro a defender a máfia dos Pintos.

      • Lampião das Nicas says:

        Conheço lampiões que dão mais ou menos luz. E há os que têm um cheiro a cera e outros a querosene.
        Tu és daqueles que cheiras a bedum. Contigo não se faz luz. Apenas o cheiro a sebo.

        • Dragartomaspouco says:

          Se tivesse alguma duvida de quem paga ao Pinto Junior, o post do Nicas é esclarecedor.
          Mas tem calma, porque no passado o gangster do Viagra teve tempo de fugir para Vigo depois de avisado por um amigo da “bata preta”. E nunca foi condenado pelos seus crimes.
          Mas agora deve andar nervoso

          • Paulo Marques says:

            Eu acho o Maspouco mais esclarecedor, mas siga lá a conspiração.

      • Paulo Marques says:

        Ainda estou à espera das provas, máfia ainda só há a da porta 18.

      • antero seguro says:

        O problema é a máfia do Pinto, quanto à máfia do Rangel e companhia essa, nem sequer existe.

  3. Andreas Ulrich says:

    E porque não você? Se tem conhecimento do caso e os meios.


  4. Pois é! Começamos sempre com comentários sérios e depois ala pelos chorrilhos de parvoíces.
    No caso presente, o post é ingénuo, porque não percebe a globalização do capital. ‘Segue o dinheiro…’ é a melhor expressão para perceber o caso da filha de Eduardo dos Santos.
    Mas há sempre algum comentário que ajuda.


  5. A Isabel dos Santos também é casada com um juiz?

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.