O céu facultativo

Na escola, a disciplina de Cidadania é obrigatória e a miudagem faz educação física de máscara, mas a cura para a maior peste que algum dia assolou a humanidade é “facultativa”. Trata-se de cognição quântica, processos de decisão inspirados nos diários de Schrödinger.

Comments

  1. Júlio Rolo Santos says:

    Facultativa, sim, sobretudo para quem duvide da sua eficácia. Para além de que, os que ficarem de fora da vacinação por vontade própria, podem infetar-se uns ou outros porque já não infetaram quem já estiver vacinado. Os pseudo heróis também morrem no campo de batalha. Pois,que morram.

    • Bruno Santos says:

      O cavalheiro duvida da eficácia com que é gasto o dinheiro dos seus impostos?

      • Paulo Marques says:

        Sarcasmo à parte, o dinheiro não é dos impostos, é do BCE, que tem o monopólio da sua criação a custo zero (que depois os acordos fazem que “mereçamos” trabalhando muito e deixando muitos pela miséria).
        Como o tema do texto, são idiossincrasias da democracia liberal.

  2. Rui Naldinho says:

    Ó Bruno, filosofias à parte, se algum jovem estudante for obrigado a assistir às aulas de cidadania, quando muito releva mais tarde ou mais cedo toda aquela ladainha, filtrando aquilo que o próprio achar por bem sem uma fantochada.
    Todos nós em pequenos levámos com a catequese, e nem por isso eu deixei de abraçar o agnosticismo. Outros tornaram-se ateus.
    Já tomar a vacina sem se conhecer os reais efeitos desta, eficácia, duração da imunidade, mas principalmente os seus efeitos secundários ao longo do tempo, me parece algo precipitado, com especial incidência nas pessoas com menos de 60 anos. Quanto aos mais velhos, a escolha já se torna menos problemática. A alternativa a não tomarem a vacina é ficarem expostos ao vírus do Covid 29, apanharem uma pneumonia e marcarem para o outro lado. Aí a escolha parece-me óbvia. De qualquer modo os efeitos secundários nessas pessoas, a existirem, e neste caso falo das pessoas com mais de 75 anos, jamais deixarão as sequelas que poderão afectar um jovem.

    • Rui Naldinho says:

      “…ficarem expostos ao vírus do Covid 19, apanharem uma pneumonia e marcharem para o outro lado.”


  3. Sempre que os tiranos espalham o terror, há sempre uns quantos sectários que vão exigir ainda mais, porque querem ganhar a parada do dito, superando os mais extremistas. Foi assim na Rev. Francesa e no terror estalinista, por exemplo.
    O Zeca é que tinha razão: ” e quando os mais são feitos em fatias, não matam os tiranos…pedem mais.
    Vacina obrigatória só em regimes totalitários e felizmente ainda não chegámos lá, para grande consternação dos adeptos do unanimismo forçado.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.