Como classificar-te, miserável?

Comments

  1. Filipe Bastos says:

    Não entendo o título do post, o que não faz mal.

    A ter um “mal-estar persistente acompanhado de nódoas negras ou hemorragias cutâneas” jamais me passaria pela cabeça consultar um médico. Ainda bem que alertam.

  2. Paulo Marques says:

    Desta histeria já o Bruno gosta.

  3. Daniel says:

    O que passou-se?!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: