O consumo insustentável e insaciável do Planeta

07 de Maio 2022: O planeta ficaria a partir de hoje sem recursos para este ano se todos os habitantes tivessem uma vida como um português médio, indicam os dados sobre a pegada ecológica nacional calculados pela organização internacional Global Footprint Network. Segundo os cálculos, se cada pessoa da Terra vivesse como os portugueses eram precisos 2,5 planetas para satisfazer as necessidades de recursos.

É esta simples verdade que não interessa nem um chavelho aos finórios dos liberais. Interessa-lhes é crescer, enfiar os cotovelos na barriga do vizinho, ocupar cada vez mais espaço, dar cabo do planeta e olé. O que não os impede de procriarem. Fazem a festa, usam e abusam, e depois já cá não estão, que se lixe. Chin-chin!

Comments

  1. JgMenos says:

    A esquerdalhada nada mais faz que reclamar mais salários, mais consumo, mais borlas estatais, mais reformas.
    Mas logo se responsabilizam os liberais por criarem as condições económicas que viabilizam boa parte dessas ambições, que logo são geralmente identificadas como imperativo democrático!

    Logo virá, em conveniente trato autónomo, a igualdade, a solidariedade, os refugiados, o fim a exploração… (a cena do terceiro mundismo já acabou, por mero pudor )

    Nesta sopa de ideias, até o totalitarismo comuna se vem dizer democrático e defensor das liberdades.

    • POIS! says:

      Pois mas…

      E crescimento a todo o gás, agricultura superntensiva, desmatações a eito, armas nucleares em barda, tanques, mísseis, drones, implosões seguidas de torres, mais implosões seguidas de torres, e mais implosões seguidas de…

      Também são os mesmos, ò diretitralhão?

      Um retinto salazaresco a falar de “liberdades” é o mesmo, pelo Menos, que uma prostituta a discutir virtudes num convento.

    • Paulo Marques says:

      E o que é que permitir mais salários, mais consumo, mais borlas estatais, e mais reformas aos alegados criadores de emprego que se esquecem da tarefa tem feito pela viabilização de que os nossos netos, já nem digo filhos, tenham melhores condições? Tudo se mercantilizou ao ponto de, bem para além da propriedade privada, a propriedade pessoal digital já ser paga ao mês. A liberdade de poder dizer não e ir para debaixo da ponte é um bocadinho limitada; e, de resto, ilegalizada em muito sítio.

    • Spartacus says:

      Aumentar os lucros é o que já jeito. Transformar os trabalhadores em escravos, sem ordenado fixo, nem horário de trabalho é que convinha mesmo para aumentar os lucros. A mim só me roubam para eles aumentarem os lucros. Os lucros vão ser santificados ao serviço dos senhores.

  2. José Ferreira says:

    Está equivocado, um verdadeiro liberal não é isso… um verdadeiro liberal não vive á custa dos outros, não é como você que está sempre há espera que caia alguma migalha do orçamento!

    • Paulo Marques says:

      Isso é o que vem na cartilha do panfleto feito pelo ex-empregado do estado que andou a ver vistos?

  3. Joana Quelhas says:

    Ó Aninhas já te deste ao trabalho de ver como fizeram as contas ? Claro q não, o resultado é aquele q tu queres! Se te deres ao trabalho vais ver q as contas foram feitas á la Paul Ehrlich. Descança q ninguem liga patavina a esse obscura organização. Podes progranar as tuas belas férias como habitualmente .
    Joana Quelhas

    • POIS! says:

      Pois descançe…

      Que a Vosselência ainda ligam menos que patavina.

      A malta até quis ganhar um rublos a mandar os comentários de Vosselência lá para Moscovo e recebemos uma mensagem a dizer que já lá têm os da Helena Matos, Chega! Descançe!

      Mas agora soubemos que alguns foram parar ás mãos do General Galguev Patacoadov que, por azar, era perito em Português á Moda da Quelhas e apenas leu o primeiro e engasgou-se a rir, pois estava a comer uma dose de choco frito mandada a partir de Setúbal por agentes russos.

      Neste momento já estão a pensar em traduzir a coisa para ucraniano, para lerem na frente de combate em caso de esgotamento de munições.

      Vai ver! Resmas de soldados ucranianos a cair das árvores!

      Ainda que involuntariamente, Vosselência ainda irá contribuir para a vitória do Putin!

      Que ironia quelhossal! Mas decançe: a malta não diz a ninguém.

      E fico por aqui. Preciso de descansar.

  4. luis barreiro says:

    Os portugueses gastam os recursos anuais em 45% do tempo, bem como os outros países capitalistas ocidentais, qual o caminho a escolher: – os países mais pobres abraçarem o capitalismo ou os países mais ricos abraçarem o socialismo? A história responde não eu.

    • POIS! says:

      Pois que bela surpresa!

      Oh p’ró barreiro a dar uma de intelectual!

      E a usar a tática infalível: faz a pergunta, pisga-se e deixa a história a tomar conta da ocorrência.

      Genial!

    • Paulo Marques says:

      Continuar a fazer de conta que capitalismo só há um, para os nossos filhos e netos nos odiarem por os matarmos.
      É isto, não é?

Leave a Reply to Paulo Marques Cancel reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.