A ameaça extremista e os saudosistas do rectângulo

Austriapic

Nos dias que correm, o significado do termo “liberdade” começa a perder propriedade e passa a servir para tudo. Serve para justificar a especulação e o terrorismo financeiro, serve para legitimar a exploração e a destruição de direitos laborais, serve para subjugar Estados à ditadura dos mercados, serve para que os opositores do Estado Social justifiquem financiamentos estatais ao privado dependente e parasitário e serve também para trazer alguma extrema-direita a reboque. O Partido da Liberdade da Áustria, uma agremiação de fanáticos de extrema-direita neonazi que empunha com vigor a habitual bandeira da xenofobia, é um exemplo que incorpora muito do acima referido.

Acontece que estes fundamentalistas estiveram perto de vencer as Presidênciais austríacas do passado fim-de-semana, embalados por uma oportunista e chico-esperta instrumentalização da crise dos refugiados. Tal como alguns profetas da desgraça que por cá vão saindo do armário, também os nazis austríacos fazem uso, em permanência, da arma do medo. E isso entusiasma os seus pares europeus como Marine Le Pen ou Geert Wilders, sedentos de mais “liberdade” para discriminar, intimidar e reprimir. [Read more…]

O socialismo não falha…

70% dos venezuelanos já vivem em condições de miséria. Mais uns meses e Maduro conseguirá a igualdade plena, uma sociedade sem classes, todos na pobreza absoluta… É fácil apontar agora o dedo ao presidente da Venezuela, apelidando-o de louco, o que até é verdade, à excepção do querido líder da Coreia do Norte não conheço estadista mais bizarro, mas excentricidades à parte, onde é que o socialismo produziu mesmo um resultado diferente? Cada vez que me lembro dos que apontavam a Venezuela como esperança para a economia planificada no sec. XXI… Daria vontade de rir se não fosse uma tragédia humanitária, como sempre acontece quando algum povo de forma voluntária ou imposta experimenta esta pérfida ideologia.

Neoliberalismo no séc. XXI: a exploração infantil e o capitalismo totalitário

HRW

É o capitalismo do deixar fazer. A selvajaria que recusa restrições ou imposições estatais que condicionem a liberdade de explorar sem freio, onde inúmeras são as grandes multinacionais que escolhem tolerar e pactuar com abusos e violações de direitos humanos para garantir o aumento dos seus lucros.

O mais recente caso chega-nos da Indonésia. A Human Rights Watch denunciou que milhares de crianças estão a trabalhar em campos de cultivo e fábricas de transformação de tabaco, sob condições severas e perigosas e perante a passividade do governo de Jakarta. Para além das tabaqueiras locais, duas nobres multinacionais ocidentais estão a lucrar com a exploração de crianças indonésias: British American Tobacco e a incontornável Philip Morris. [Read more…]

Os contatos são regulares

Chomsky

Foto: Graeme Robertson/The Guardian

It’s like seeing a child in the street and a truck coming rapidly. Do you say, “Look, I’m too busy thinking about interesting questions, so I’ll let the truck kill the child”? Or do you go out into the street and pull the child back?

Noam Chomsky

***

Efectivamente, os fatos são constantes. Contudo, os contatos são regulares. Exactamente. Desde Janeiro de 2012. No sítio do costume.

dre2452016

No sítio do costume e alhures.

***

Os fatos são constantes

Chomsky

Foto: Graeme Robertson/The Guardian

«unfortunately the world won’t go away»

Noam Chomsky

***

Como é público, os “fatos constantes” portugueses nasceram em Janeiro de 2012, no Diário da República.

Exactamente: em Janeiro de 2012.

Efectivamente, são constantes.

DRE2352016

***

Nick Menza (1964-2016)

CETA: Luz verde para a destruição do planeta

industria areaias betuminosas

Imagem Reuters

Desde que, há três semanas, a Greenpeace divulgou grande parte do texto do TTIP, lá vão aparecendo nos media portugueses, aqui ou ali, artigos dedicados ao assunto – tarde, mas melhor do que nunca. Já o irmãozito canadiano do TTIP, o CETA, que, pressurosamente e pela mão do Conselho da UE, lhe pretende aplanar a entrada, é votado ao ostracismo pelos nossos gloriosos meios de comunicação.

E no entanto, as funestas disposições – à cabeça das quais está uma justiça paralela para investidores (ISDS/ICS) que pode condenar estados a indeminizações milionárias por regulamentação social ou ambiental – também lá estão consagradas.

Um outro “exemplozinho” é a importação de combustíveis resultantes de areias betuminosas canadenses. O petróleo assim produzido tem formidáveis custos ambientais, muito superiores aos dos combustíveis fósseis convencionais. Na região de Alberta, no oeste do Canadá, áreas imensas de bela floresta boreal são dizimadas e transformadas em desoladas paisagens lunares, com montanhas de enxofre e enormes lagos artificiais cheios de caldo tóxico (ver Fotos aqui). [Read more…]

Uma Escola Universal

Que o Estado português e a Igreja Católica portuguesa, representada pela Companhia de Jesus, criem uma rede pública de Escolas, com uma unidade de ensino em cada distrito do território nacional e unidades exteriores em todos os continentes, para tal usando a rede diplomática da CPLP, assim como as parcerias estratégicas já estabelecidas pela diplomacia portuguesa e pela Companhia de Jesus desde há 500 anos.

[Read more…]

Era isso mesmo que diriam

UE

Daniel Oliveira (via Facebook)

Enquanto, em vez de sanções, vierem conselhos e ameaças durmo muito bem. Até acontecer alguma coisa vamos acompanhando a gestão política que, em Bruxelas, se faz de regras elásticas e ouvindo José Gomes Ferreira a explicar, com algum desalento, que não é desta mas será da próxima. Pode ser que aconteça. Basta que politicamente seja vantajoso para alguém com poder junto da Comissão e que não signifique, para as componentes europeias da troika, assumir que as suas intervenções foram um falhanço. Sanções agora, era isso mesmo que diriam. Há que esperar para poder contar outra história.

Portugal-Brasil em 1922

ilustracao_portuguesa_portugal_brasil_N872

Ilustração Portuguesa, 2.ª série, número 872, 4 de Novembro de 1922.

Lições do Brasil

Carlos Araújo Alves

1 – A Democracia não se basta com uma Constituição, com um aglomerado jurídico que a suporte, com eleições livres e universais; precisa de tudo isso, mas para ser efectiva a Democracia tem de estar fundada numa larga maioria de cidadãos democratas prontos a construí-la e a defendê-la.

2 – A descoberta e exploração de petróleo ajudou o PT a melhorar as condições de vida dos mais desfavorecidos; o “dumping” no preço do petróleo arrasou com o PT, com o Brasil e com a esperança de milhões de brasileiros em fugir à miséria.

3 – O PT falhou redondamente na sua promessa de erradicar a corrupção económica e política do Brasil; falhou e acomodou-se a ela. Imperdoável para quem defende ideais de justiça económica e social.

Portugal sob chantagem e ameaça da direita europeia. Com o alto patrocínio de Pedro Passos Coelho

PPE

Na metrópole, ontem foi dia de decidir sobre a aplicação de sanções à periferia. A indisciplina daqueles que decidiram mudar, ainda que de forma muito ligeira, a distribuição enviesada dos sacrifícios, esteve em vias de ser virtuosamente punida, isto apesar de ser dos seus antecessores, e não deles, a responsabilidade pelos indicadores negativos que poderiam levar às penalizações.

Na metrópole, representantes do PSD e CDS-PP, responsáveis por mais de quatro anos de metas sucessivamente falhadas, que em parte nos conduziram a este impasse, encontram-se refugiados num silêncio cúmplice enquanto o seu líder pede a cabeça dos portugueses, numa movimentação inédita que contrasta com os regimes de excepção aplicados no passado às exemplares potências do centro. [Read more…]

Cidadania ao vivo

marianna

“O que posso eu, sozinho, fazer contra o TTIP/CETA? pergunta-se meio mundo a si próprio”,  lia-se no cartaz de uma manifestante, aquando dos protestos contra os tratados que no mês passado reuniram 90.000 pessoas em Hannover. E de facto, o argumento de que não adianta empenhar-se porque não se consegue nada, está amplamente difundido, roubando força à cidadania. É lamentável que, enquanto cidadãos de países como a Turquia ou Angola arriscam a vida pelo direito ao protesto, quem dele dispõe, tão levianamente abdique de o exercer.

Esse não é porém o caso de Marianne Grimmenstein, uma professora de música de 69 anos residente em Lüdenscheid, uma pequena cidade alemã de 80.000 habitantes.  [Read more…]

Ditador e aspirante: uma história de amor

Trump Putin

O beijo será uma consequência natural do namoro de longa data. Putin não foi poupado nos elogios feitos ao potencial próximo ditador neoliberal, Trump devolveu a gentileza. O mundo será um lugar mais bonito com Putin e Trump nas duas extremidades do telefone vermelho.

Na imagem: mural na Lituânia, via Futurpop

Neoliberalismo no séc. XXI: retrocesso e criminalidade financeira

EUA

Até agora, 32 empresas ligadas a Donald Trump foram identificadas nos Panama Papers. Os documentos revelados pelo Consórcio Internacional de Jornalistas mencionam o nome de Trump 3540 vezes. Ironicamente, uma parte significativa dos seus apoiantes diz que votará em Trump alegando que o sistema político está corrompido e que o candidato Republicano trará a mudança.

Via Uma Página Numa Rede Social

Tantos rottweilers e nem um que ladre a Mario Draghi

MD

Quando Mario Draghi foi convidado a participar no Conselho de Estado por Marcelo, a polémica instalou-se. A esquerda, quase em uníssono, criticou o convite. À direita, a satisfação era generalizada. Espera lá Costa, que já aprendes uma lição! E Draghi por cá passou, dando o ar da sua graça, espetou uns quantos alfinetes no governo e regressou à sua fortaleza, sobre a qual a conselheira económica de Angela Merkel, Isabel Schnabel, afirmou tratar-se de uma “quase instituição política“, “apesar de não responder a qualquer controlo parlamentar. Coisas da democracia moderna. [Read more…]

Esconder, encobrir, ocultar e impor!

parliamentsImagem: Iniciativa Europeia contra o TTIP e o CETA

Na sexta-feira passada, a bancada do partido alemão „Die Linke“ (digamos, o BE português) apresentou no parlamento alemão uma moção contra a aplicação provisória do CETA, o acordo de livre comércio e investimento da UE com o Canadá (correspondente ao TTIP com os EUA). Numa sala quase vazia, foram discutidos os prós e contras, a natureza mista ou não-mista do CETA e ainda pretensamente divisadas as partes que são da competência exclusiva da UE. No fim, como era de recear, em vez de ser votada no parlamento, a moção foi remetida para as comissões relevantes. [Read more…]

Quartel-general do PSD e CDS-PP exige tolerância zero para Portugal

epa04925037 Hungarian Prime Minister Viktor Orban (R) shakes hands with Chairman of the European People's Party (EPP) group of the European Parliament Manfred Weber during their meeting in the Parliament building in Budapest, Hungary, 11 September 2015.  EPA/SZILARD KOSZTICSAK HUNGARY OUT

A imprensa portuguesa deu conta de um suposto apelo de Pedro Passos Coelho e Maria Luís Albuquerque a Bruxelas, com vista a que a Comissão Europeia não imponha sanções a Portugal devido ao défice de 4,4% em 2015, resultado da acção destrutiva do governo PSD/CDS-PP e de uma cereja em cima do bolo chamada Banif.

Em sentido contrário, o PPE, quartel-general europeu do PSD e CDS-PP, apelou à tolerância zero por parte da Comissão. Numa carta enviada ao presidente Juncker, Manfred Weber, líder do PPE, afirma que “Todos os instrumentos, incluindo os da vertente corretiva [do PEC], devem ser usados na sua força máxima“. Weber, que surge na foto em cima com o seu parceiro fascista Viktor Orbán, é o mesmo que em Novembro se juntou ao coro nacional de negação da democracia representativa, alinhado com o discurso da direita radical portuguesa. [Read more…]

O fabuloso destino de Poiares Maduro

o novo dirigente da FIFA.

Temer, o Informador

Já aqui se havia escrito, não sem escândalo, que os acontecimentos no Brasil eram um operação militar organizada a partir do exterior. Depois de consumado o golpe, será sem surpresa feita a constatação óbvia de que Michel Temer é um agente informador dos Estados Unidos. Pelo menos é o que afirma a Wikileaks.

Panama Papers

Para quem quiser procurar e cruzar informação sobre os ditos Panama Papers.

Entretanto, no Brasil…

image

Do Armandinho

Zangam-se as comadres

Algo está a mudar, ou escapa-me alguma coisa?!

http://www.novojornal.co.ao/artigo/63167/marcolino-moco-ha-mortos-nos-hospitais-os-cadaveres-nao-cabem-nas-morgues-e-ela-isabel-dos-santos-abre-grandes-centros-comerciais

Tchau Querido

EC

O deputado federal e presidente da Câmara dos Deputados do Brasil, Eduardo Cunha, foi suspenso pelo Supremo brasileiro e está agora afastado do exercício das suas funções para ser julgado, acusado de corrupção e lavagem de dinheiro no âmbito do processo Lava Jato. Trata-se de um dos mais dedicados activistas pela destituição de Dilma Roussef, que até ao momento, tanto quanto sei, não é acusada de nada no que ao processo Lava Jato diz respeito, ocupa uma posição de topo na hierarquia política brasileira – passará a ser o 2º na linha de sucessão, depois de Michel Temer, caso Dilma seja afastada – mistura política com folclore religioso e quase não se lê uma linha sobre o sujeito. Esta imprensa de esquerda…

Acordaram?

imagem 1 de maio

Acho-lhes uma graça: “As negociações sobre o acordo de livre comércio entre os Estados Unidos e a União Europeia devem ser suspensas devido à relutância de Washington em fazer concessões, defendeu o secretário de Estado do Comércio Externo francês, Matthias Fekl.” E ainda “Esta posição surge um dia depois da Comissão Europeia ter admitido a existência de grandes divergências entre Bruxelas e os Estados Unidos sobre a Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP).“, no mesmo artigo.

Como??? “Devido à relutância de Washington em fazer concessões”??? A Comissão Europeia admite a existência de grandes divergências??? [Read more…]

TTIP leaks: Catrapum TTIP!

ttip leaksFoto: greenpeace

Nem de propósito. Escrevi aqui ontem mesmo sobre um dos múltiplos aspectos inaceitáveis do TTIP – o arrasamento do Princípio de Precaução. Pois ao fim do dia rebenta a notícia como tema de abertura do Tagesthemen. TTIP leaks: O Greenpeace Holanda teve acesso a dois terços do texto da última ronda de negociações, a 13a, do Tratado Transatlântico. E lá está, confirmam-se todas as razões para o secretismo e todas as ameaças para as quais os movimentos de cidadãos europeus não se cansam de alertar: Os EUA pressionam fortemente a União Europeia para reduzir a legislação de protecção ambiental e de defesa do consumidor e querem forçar a alteração dos processos legislativos democráticos da UE.
Sobretudo o lobby agrícola exerce enorme pressão para invadir o mercado europeu com toda a sua “gama de produtos”, incluindo os produtos geneticamente modificados – para o que exige riscar-se do mapa o princípio de precaução. Mas os documentos mostram que não é só na área da segurança alimentar que os americanos querem impor as suas práticas, é uma posição generalizada, pois os negociadores do TTIP pelo lado americano expressam claramente que “toda e qualquer regulação terá que ser examinada” quanto “aos seus possíveis efeitos para o comércio”. Os secretíssimos documentos sobre as negociações, colocados hoje online pela Greenpeace, encontram-se aqui.
Ora aí está, preto no branco, o que se esconde por trás do bla-bla-bla sobre a importância geopolítica deste acordo para a defesa dos standards mundiais, o argumento predilecto dos defensores, juntamente com o ridículo crescimento económico de 0,5% e o suposto aumento do emprego – pois, pois, o precário!
A dúvida corrosiva que fica: será que enquanto as ondas do TTIP se agitam, a esperta da comissão está a preparar tudo para ratificar o CETA a alta velocidade e somente no parlamento europeu? É estranhíssimo o silêncio em volta deste tratado, cuja negociação foi dada por finalizada e se pretende que entre em vigor ainda este ano…

Na petição “Pelo debate e decisão sobre a ratificação do CETA na Assembleia da República“ poderá requerer que este tratado (com as mesmas implicações que o TTIP), seja discutido e decidido (também) em Portugal.

A precaução é obscurantista

laranja maça

Imagem publicada por: contrapoder

Durante a visita publicitária de Obama à Alemanha na semana passada, expressamente destinada a promover o TTIP, ele e a sua amiga Merkel meteram o disco riscado naquele sítio “(com o TTIP) os standards não vão ser baixados, os standards não ser baixados, os standards não vão ser baixados…” a ver se apanhavam moscas. Como se, à força de repetirem esta lenga-lenga, conseguissem convencer alguém. Só mesmo por falta de informação seria possível cair na esparrela.

Para além de uma aplicação mais rigorosa dos princípios neoliberais da desregulação e privatização, que só por si implica esse rebaixamento, é também a diferença existente nos princípios subjacentes às regulamentações dos dois lados do Atlântico que o determina. Muito em especial o chamado Princípio de Precaução. [Read more…]

Conselheiro de Pedro Passos Coelho envolvido no processo lava-jato

PPCAG

O Público avança esta noite que o director da campanha da coligação PSD/CDS-PP para as Legislativas, André Gustavo, surge mencionado na 23ª fase da investigação do processo Lava-Jato, o que levou as autoridades brasileiras a pedir informações ao Ministério Público português sobre a actividade do publicitário em território nacional. Não foi a primeira vez que André Gustavo trabalhou com o PSD e Pedro Passos Coelho, tendo sido também responsável pela campanha de 2011. [Read more…]

Cabrões

“Um rebanho, como se sabe, é composto por gente sem voz própria e de índole mais ou menos débil. É um facto comprovado, aliás, que, em tempos de confusão, o rebanho prefere a servidão à desordem.
Daí que aqueles que agem como cabras não tenham líderes, mas cabrões.”
– Mario Vargas Lhosa – Prémio Nobel da Literatura 2010

Desabafo: vocês estão ficando ridículos

/u/caribbeanparty

Nota prévia: este trata-se de um post feito no sub-reddit /r/Brasil acerca da atmosfera que se vive nas caixas de comentários onde se fala de política brasileira. Penso retrata bem a situação e, de alguma forma, aplica-se também ao que se passa em Portugal.


É sem noção.

Hoje alguém postou um link sobre as várias ditaduras que os EUA apoiou. Em seguida alguém postou, com as mesmas palavras, um link sobre as ditaduras que a URSS apoiou. A cada vez que alguém aqui posta qualquer coisa sobre a ditadura militar brasileira alguém posta sobre a ditadura cubana. Se escreve sobre fascistas, alguém escreve sobre comunistas. Esse sub, e parte do “debate” brasileiro, parece que está congelado em 1968, vivendo em outro mundo que o de 2016.

[Read more…]

Uma boa solução para aqueles que não querem refugiados na Europa

Refugees

Simples, não acham?