Aplaudamos a estupidez em pé: a JSD está de volta

JSD

Lembram-se do episódio do cartaz do BE, que tanta polémica causou? Lembram-se dos argumentos dos indignados que, à direita, vociferavam contra o desrespeito pelas crenças e sensibilidades de terceiros que eram cruelmente violentados pela brincadeira de mau gosto do Bloco? Estão recordados?

Pois bem, a JSD elevou a fasquia. No mesmo campeonato, ou não fosse a JSD parte integrante do PSD, as camadas jovens do partido que até integra um grupo parlamentar europeu onde se destaca o ditador fascista da Hungria voltaram a fazer das suas com um cartaz que compara Mário Nogueira a Stalin. Isto é imbecil de muitas maneiras, e a imbecilidade fica bem patente nas palavras do deputado e líder da JSD, Simão Ribeiro, que afirmou ao Negócios tratar-se de iniciativa que visa firmar “uma posição política e fazer entender ao país que falta um debate sério sobre o modelo educativo desejável”. Portanto este anedótico ser afirma pretender um debate sério e a forma que encontrou para o iniciar foi comparar um líder sindical eleito pelos seus pares e um ditador sanguinário. Aplaudamos a estupidez em pé. [Read more…]

Um fardo de palha

Há duas hipóteses. Ou a ignorância é tanta, que o idiota não percebe o que é que está a comparar. Ou, por outro lado, os meios justificam os fins. Eu acho que estamos perante um caso de acumulação.

“Da mesma forma que Estaline se considerava o único interpretador correcto do verdadeiro comunismo, parece-nos que estamos perante um caso em que Mário Nogueira e o Partido Comunista Português, com o senhor ministro da Educação e o Partido Socialista a dizerem ámen, julgam-se os únicos iluminados naquilo que diz respeito às políticas de educação em Portugal”, justifica ao Expresso Cristóvão Simão Ribeiro, líder da JSD.

O ser em causa não percebe duas coisas. A primeira é sobre a falha na lógica do raciocínio. Se aceitarmos como válida a explicação e atendendo ao facto de defenderem um modelo radicalmente diferente (até falam em o ensino público estar a fazer concorrência desleal ao ensino privado), então é igualmente válido dizer que os do seu clube também são os únicos “iluminados” quanto a políticas educativas. Consequentemente, justificar-se-ia, nesta lógica da batata, meter a cara do seu querido líder onde espetaram a do Nogueira. Ou, mais apropriadamente, para estar no extremo político correcto, meter as belas faces destes jotinhas numa montagem onde rapazolas de braços esticados cumprimentam um Passos ornamentado com um bigodinho daqueles.

[Read more…]

JSD, hitleriante

JSD

A JSD – e muita dessa nova direita radical que saiu recentemente do armário – tem, indubitavelmente, um fetiche com a União Soviética. Um fetiche que faz emergir o que de mais demagogo e idiota existe entre as camadas jovens de um partido outrora posicionado no centro-esquerda, hoje acantonado no sector mais radical da direita, imediatamente antes do PNR.

Em Novembro foi engraçado vê-los meter os pés pelas mãos com um cartaz que retratava a tomada de Berlim pelas tropas soviéticas, que só por acaso até combatiam ao lado dos EUA e do Reino Unido contra a Alemanha nazi, a qual era apresentada pelos doutos jotinhas com uma conotação negativa, numa tentativa falhada de atacar o acordo de esquerda e cujo resultado foi uma humilhação pública. Durante alguns dias, a JSD voltou a ser anedota nacional. Hitleriante. [Read more…]

Uma Escola Universal

Que o Estado português e a Igreja Católica portuguesa, representada pela Companhia de Jesus, criem uma rede pública de Escolas, com uma unidade de ensino em cada distrito do território nacional e unidades exteriores em todos os continentes, para tal usando a rede diplomática da CPLP, assim como as parcerias estratégicas já estabelecidas pela diplomacia portuguesa e pela Companhia de Jesus desde há 500 anos.

[Read more…]

Monita

santoinacio-2

“Acredito que o branco que eu vejo é preto, se a hierarquia da Igreja assim o tiver determinado”.
Inácio de Loyola

 

Inácio de Loyola (1491-1556) fundou a Companhia de Jesus, juntamente com outros seis companheiros, em Montmartre, a 15 de Outubro de 1534. Desse grupo fundador fez parte um português, de nome Simão Rodrigues de Azevedo, que veio a ser, em 1546, o primeiro Provincial da Província portuguesa da Companhia de Jesus.

[Read more…]

Dominicus

Amarelo

É muito curioso o facto de os colégios privados em protesto terem todos escolhido a mesma cor para a camisoleta. Além disso, deve registar-se, com satisfação democrática, o súbito aparecimento, no palco da contestação pública, de instituições que nos últimos anos primaram pelo silêncio, para não dizer cumplicidade, que é uma palavra muito forte, ante a barbárie social que assolou o país. É caso para dizer que quem está vivo sempre aparece.

A Maioria de Esquerda e o futuro

O trabalho a realizar pela Esquerda nesta legislatura não deve limitar-se a reverter as políticas com que a Direita destruiu o país. A Esquerda deve assegurar que uma tal experiência política e social jamais se repetirá, criando as bases de uma sociedade mais justa e mais esclarecida, e mais protegida, política e juridicamente, dos ataques que, certamente, sofrerá no futuro.
É verdade que não é uma tarefa fácil, mas, para a cumprir com sucesso, é necessário compreender que o mal que foi feito ao país não admite respostas dúbias, abstenções violentas, ou outras posições políticas que não sejam o testemunho de uma firme determinação em marcar um tempo novo e irreversível.

O Presidente da República

O comportamento do Presidente da República vai mudar quando atingir o seu primeiro objectivo estratégico: mudar a liderança do PSD.

A propósito do mais recente êxito do liberalismo pró-subsídio(-dependente)

Já tem uns dias, mas é tão certeiro que dói:

A conclusão de Marques Mendes é simples: as escolas privadas são por natureza melhores (“não é por acaso que nos rankings as escolas públicas vêm todas cá para baixo”) e o corte do financiamento público deixará o acesso à melhor educação apenas ao alcance dos ricos. Se a referência aos rankings reduz ao absurdo a defesa do indefensável, o exemplo escolhido prova a falácia do argumento. É que o Agrupamento de Escolas de Paços de Brandão recebeu em 2015, pela mão do ex-ministro Nuno Crato, um crédito de horas “pela eficácia educativa” e “redução do abandono escolar”. Foi mesmo, de entre todos os agrupamentos do país, um dos oito que receberam a distinção máxima.

Marques Mentes“, de Mariana Mortágua (JN). O resto está aqui.

Arranjem-lhes um quarto, pá!

Marcelo e Costa, os novos best friends forever

Heresias de um catavento

será que assusta os mercados?

Era isso mesmo que diriam

UE

Daniel Oliveira (via Facebook)

Enquanto, em vez de sanções, vierem conselhos e ameaças durmo muito bem. Até acontecer alguma coisa vamos acompanhando a gestão política que, em Bruxelas, se faz de regras elásticas e ouvindo José Gomes Ferreira a explicar, com algum desalento, que não é desta mas será da próxima. Pode ser que aconteça. Basta que politicamente seja vantajoso para alguém com poder junto da Comissão e que não signifique, para as componentes europeias da troika, assumir que as suas intervenções foram um falhanço. Sanções agora, era isso mesmo que diriam. Há que esperar para poder contar outra história.

Nada escapa à fúria soviética da geringonça

nem a pobre da alheira transmontana. Oremos.

Bilhete do Canadá: RTP e jornais

Noite de 19 de Maio.  RTP.

PALAVRAS E ACTOS. Moderado por Carlos Daniel.  Convidados, João Galamba (PS) e Nuno Melo (CDS).  Não há nada a fazer com  Nuno Melo e a sua desonestidade intelectual.  Usa a chicana e a regateirice como armas para esconder a ignorância e a impreparação. É abissal a diferença entre ele e Galamba. Mas Melo é deputado europeu.  Grande gamela os europeus andam a sustentar…

NOTICIÁRIO.   António Costa, após anunciar o Simplex, pegou no brinquedo, divertiu-se e divertiu: pôs uma vaca a voar.   Levar certas coisas na gozação é a melhor maneira de estar ao lado do povo, que é trocista e gosta de rir.

DOS JORNAIS.  Duarte Marques, aquele que vem de Mação como o super-juiz, está radiante: foi encarregado de entregar à FCT os documentos fornecidos ao PSD pelo fulano que fez uma falsa denúncia contra o ministro da Educação.  Há tipos assim, vivem das queixinhas e das manobras pidescas. Porque será que isso tem a ver com a mediocridade, a inferioridade?

História dos Fatos Sociais e fator issues

En sa robe, couleur de fiel et de poison,
Le cadavre de ma raison
Traîne sur la Tamise.

Émile Verhaeren

***

A propósito do “Doutor em Estratégia ou História dos Fatos Sociais” e dos “fator issues”, mencionados em artigo recentemente publicado no portal das comunidades portuguesas na Bélgica www.luso.eu (apresentado com versão ligeiramente modificada no Público de ontem), eis as imagens do caos.

DRE452016pic

dre652016pica

E hoje? Teremos História dos Fatos Sociais? Haverá fator issues? Não! Hoje, [Read more…]

A tentativa de “relvização” de Tiago Brandão Rodrigues

sabado

A revista Sábado deu o mote, o ministério da propaganda fez o resto. De um momento para o outro, Tiago Brandão Rodrigues é o Relvas do governo socialista, o gajo que deu o golpe na academia. Com a diferença que, ao contrário do que aconteceu com o ex-braço direito de Passos Coelho, a academia saiu em defesa do ministro da Educação e desmentiu o professor que acusou Brandão Rodrigues de se ter apropriado ilegalmente de 18 mil euros atribuídos pela FCT: [Read more…]

Portugal sob chantagem e ameaça da direita europeia. Com o alto patrocínio de Pedro Passos Coelho

PPE

Na metrópole, ontem foi dia de decidir sobre a aplicação de sanções à periferia. A indisciplina daqueles que decidiram mudar, ainda que de forma muito ligeira, a distribuição enviesada dos sacrifícios, esteve em vias de ser virtuosamente punida, isto apesar de ser dos seus antecessores, e não deles, a responsabilidade pelos indicadores negativos que poderiam levar às penalizações.

Na metrópole, representantes do PSD e CDS-PP, responsáveis por mais de quatro anos de metas sucessivamente falhadas, que em parte nos conduziram a este impasse, encontram-se refugiados num silêncio cúmplice enquanto o seu líder pede a cabeça dos portugueses, numa movimentação inédita que contrasta com os regimes de excepção aplicados no passado às exemplares potências do centro. [Read more…]

Ministro comete crime de apresentar queixa crime contra a Sábado por esta ter praticado um crime

O Direito, ah, o Direito, essa ciência inexacta e críptica e, pelos seus meandros e alçapões, por vezes tão maligna. O esforço que é necessário fazer para esclarecer alguns cidadãos dos seus obscuros desígnios.

Não será certamente o caso de bem intencionados “jornalistas”, a quem o interesse do público à informação rigorosa e isenta, intensa luz que os guia na sua ânsia de verdade, tantas vezes lhes inunda a ética e a deontologia. Esses sabem que o Direito é o agente da mais pérfida censura quando contra eles se vira.

Tomemos como exemplo um hipotético título jornalístico:

“Tiago Brandão Rodrigues cometeu um crime”

Tiago Brandão Rodrigues não é uma hipótese. É uma pessoa. E vá, ministro da Educação. Digamos que o hipotético título é de um órgão de comunicação social detido pelo grupo Cofina, insuspeito de lançar ataques ideológicos nos seus pasquins. E assentemos em que esse órgão é uma revista. Digamos, a “Sábado”. Decerto que não se importará de emprestar o seu reputado nome a este pequeno exercício de pedagogia.

[Read more…]

A isenção jornalistica da TVI

TVI

Capturado pela agenda ideológica da esquerda radical“.

Tenham medo, tenham muito medo…

via Os Truques da Imprensa Portuguesa

Demência moral

a espera

Alguém que tenha a caridade de explicar ao responsável pela governação do país durante 348 dos 365 dias de 2015 que ele até poderia ter tido ausência de défice se tivesse adiado despesa qb mais um mês.

Varrer o BANIF para debaixo do tapete, até ter rebentado nas mãos do inquilino seguinte, não serve de argumento para fazer de conta que não foi nada com ele.

Passos Coelho insistiu que Portugal teve um défice de 3% em 2015, se se descontar a despesa com o Banif.

Não é por se insistir na mentira que esta passa a verdade. Mesmo com as vozes do dono a fazerem de caixa de ressonância na comunicação social.

A demência, no entanto, não fica por aqui. Mandam recados para Bruxelas a pedir que Portugal não seja castigado por défice excessivo. Há logo a questão da linguagem, tão ao gosto católico, do pecado e penitência. O irónico é que, como vimos, o pecador estava a pedir, nem mais, nem menos, do que absolvição para si mesmo. [Read more…]

Tantos rottweilers e nem um que ladre a Mario Draghi

MD

Quando Mario Draghi foi convidado a participar no Conselho de Estado por Marcelo, a polémica instalou-se. A esquerda, quase em uníssono, criticou o convite. À direita, a satisfação era generalizada. Espera lá Costa, que já aprendes uma lição! E Draghi por cá passou, dando o ar da sua graça, espetou uns quantos alfinetes no governo e regressou à sua fortaleza, sobre a qual a conselheira económica de Angela Merkel, Isabel Schnabel, afirmou tratar-se de uma “quase instituição política“, “apesar de não responder a qualquer controlo parlamentar. Coisas da democracia moderna. [Read more…]

Retroactividade, já!

Sol

Para que não restem dúvidas sobre a potencial origem marxista-leninista-chavista-qualquercoisaista da informação que passo a partilhar, a minha fonte é o Sol. E se saiu no Sol e é sobre o PSD, é porque deve ser verdade.

Na edição online do passado dia 5 de Maio, esse bastião da ética jornalística que nos brinda com doses industriais de liberdade de imprensa todas as semanas titulava “PSD quer prisão para políticos que mintam sobre rendimentos”. No Facebook, o semanário questionava o seu leitor “Concorda com esta medida?” [Read more…]

Uma geringonça que não pára de crescer

Acordo

Desde a última sondagem que aborreceu a direita radical, os partidos que apoiam o actual governo continuam a crescer no barómetro da Eurosondagem e valem hoje 52,8% das intenções de voto dos inquiridos, o que representa um crescimento de 0,5% face à sondagem de Abril, com o PS a subir 0,5%, PCP 0,1% e BE a caír 0,1%. Por outro lado, os dois partidos direita caem 1%, com o PSD a escorregar 0,3% e o CDS-PP 0,7%. Nota ainda para o PAN que, em igual período, aumentou em 0,4% as suas intenções de voto. [Read more…]

Hiperactividade ou Hiperdiagnóstico?

Mais de 5 milhões de doses de Metilfenidato (Ritalina) administradas a crianças em Portugal, para sossegar não o seu espírito, mas o daqueles que as querem sentadas, mudas e quietas.
[Read more…]

Um dia mau para o fascismo

O aeroporto de Lisboa passa a chamar-se Aeroporto Humberto Delgado. Uma homenagem merecida.

Geringoncismos blasfemos

David Dinis PPC

No Blasfémias, Rui A. refere-se ao Diário de Notícias como “órgão oficial do geringoncismo“, a propósito de uma peça sobre as rendas no centro de Lisboa que, de alguma forma, o terá melindrado. Um direito que lhe assiste. Interessante é verificar que o suposto “órgão oficial do geringoncismo” conta com figuras tão “geringoncistas” como João César das Neves, David Dinis ou Miguel Angel Belloso, apenas para citar alguns, no seu painel de colunistas. Se isto é ser o “órgão oficial do geringoncismo“, questiono-me sobre que opinião terá Rui A. do Observador. Seguindo a sua linha de raciocínio, eu diria que se trata do “órgão oficial da direita radical em Portugal” ou, mais objectivamente, do “órgão oficial da caranguejola”. Mas isso sou eu a blasfemar. Geringoncismos.

Quartel-general do PSD e CDS-PP exige tolerância zero para Portugal

epa04925037 Hungarian Prime Minister Viktor Orban (R) shakes hands with Chairman of the European People's Party (EPP) group of the European Parliament Manfred Weber during their meeting in the Parliament building in Budapest, Hungary, 11 September 2015.  EPA/SZILARD KOSZTICSAK HUNGARY OUT

A imprensa portuguesa deu conta de um suposto apelo de Pedro Passos Coelho e Maria Luís Albuquerque a Bruxelas, com vista a que a Comissão Europeia não imponha sanções a Portugal devido ao défice de 4,4% em 2015, resultado da acção destrutiva do governo PSD/CDS-PP e de uma cereja em cima do bolo chamada Banif.

Em sentido contrário, o PPE, quartel-general europeu do PSD e CDS-PP, apelou à tolerância zero por parte da Comissão. Numa carta enviada ao presidente Juncker, Manfred Weber, líder do PPE, afirma que “Todos os instrumentos, incluindo os da vertente corretiva [do PEC], devem ser usados na sua força máxima“. Weber, que surge na foto em cima com o seu parceiro fascista Viktor Orbán, é o mesmo que em Novembro se juntou ao coro nacional de negação da democracia representativa, alinhado com o discurso da direita radical portuguesa. [Read more…]

Sim Passos, quem se lixou foi o mexilhão

PPCpobreza

Num seminário organizado pela União das Misericórdias de Portugal, em Dezembro de 2014, Pedro Passos Coelho afirmava, convicto:

Ao contrário do que era o jargão popular de que quem se lixa é o mexilhão, de que são sempre os mesmos (…) desta vez todos contribuíram e contribuiu mais quem tinha mais, disso não há dívida

As falanges rejubilavam, a mocidade elogiava o herói, qual Zé do Telhado, mas os indicadores, irrelevantes para muita da nossa imprensa, mostravam a verdade e, dois meses depois das declarações do ex-primeiro-ministro, o INE era categórico: o fosso entre pobres e ricos não parava de aumentar desde 2010[Read more…]

RTP, onde o rigor impera

RTP

Não é preciso ser muito versado nas áreas da economia ou da estatística para perceber que há algo de errado com este gráfico. Por um lado temos os dados relativos ao crescimento económico de Espanha, Itália, Alemanha e França no 1º trimestre de 2016. Apesar do intervalo de 2,4 pontos percentuais que separam Espanha de Itália, os quatro Estados parecem estar todos no mesmo patamar de crescimento. Por outro lado temos Portugal, que apesar de estar atrás de Itália por escassas duas décimas, parece ter crescido apenas uma. Notem a diferença entre Alemanha e França, separadas por três décimas, e retirem as vossas próprias conclusões. É o rigor informativo do serviço público prestado pela RTP. José Rodrigues dos Santos deve estar orgulhoso.

Imagem via Os Truques da Imprensa Portuguesa

 

Prevaricação e tráfico de influências: Miguel Macedo vai mesmo a julgamento

MMPPC

Faz hoje uma semana, escrevi sobre alguns dos grandes temas caídos em esquecimento que a nossa imprensa, implacável com Sócrates e com a ocasional ameaça soviética que arrasta o nosso país para o apocalipse, não parecia interessada em dar destaque. Um desses temas, o caso dos Vistos Gold, que tem como protagonista o ex-ministro e homem forte de Pedro Passos Coelho, Miguel Macedo, conheceu hoje novos desenvolvimentos: Macedo vai mesmo ser julgado por prevaricação e tráfico de influências.

Segundo avançou o Público, os crimes em julgamento prendem-se com o caso dos helicópteros Kamov e com o favor que o ex-ministro terá feito ao ex-patrão de Sócrates, que, com a ajuda do então secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, o centrista Paulo Núncio, permitiu a Lalanda e Castro escapar ao pagamento de 1,8 milhões de euros de IVA. E ainda há o embaraçoso caso Everjets por explicar. Resta saber quanto tempo demorará a escapar e que ingredientes terá a sua pizza. E, já agora, o que têm a dizer os liberais-fascistas, sempre tão atentos a José Sócrates e tão silenciosamente cúmplices dos corruptos de direita.