João José, aqui estamos

No dia em que estreia o podcast do Aventar, deixo aqui ditas palavras que já escrevi, porque o João José, se não se tivesse atrevido a morrer, estaria hoje febril, exultante, irritante, a comemorar mais este desafio. Por ti, João. Esperamos que gostes.

Aventar Podcast
João José, aqui estamos
/

Comments

  1. Mjoao says:

    Um brinde com o João!

  2. Francisco Figueiredo says:

    Não conheci o João, mas se o Professor Nabais o admira é porque é do melhor que há. Obrigado por este momento.

  3. Carlos Garcez Osório says:

    Depois de um Amigo morrer, é normal dizer que ele está presente, que ele está connosco, etc.. A maior parte das vezes, tretas. Mas não aquí. Não no Aventar. Quem conheceu o JJ e está (ou esteve ou estará) no Aventar, sabe que ele continua aqui. Acho que não houve uma única vez que tenha publicado no blogue depois da morte dele que não tenha imaginado o que JJ diria ou pensaria sobre aquilo. E cheguei a mudar textos por causa disso. Dasse, o gajo continua aqui e ainda manda. És sempre a mesma coisa, JJ. E isso é bom. Muito bom.
    JJ, temos de falar sobre o nosso clube que aquilo não anda grande coisa. Mas ou me apareces género “ectoplasma” ou então, por “dificuldades de agenda” minhas (não me dá muito jeito ir ter contigo agora), guardamos a conversa para daqui a uns tempos.
    Obrigado, JJ. Por tudo.

  4. J. Mário Teixeira says:

    Gostava de ter escrito o que escreveste, Nabais.
    E a ti JJC, de ter dito o tanto que ficou por dizer.
    Talvez um dia.

  5. Manuel Matos says:

    Parabéns, pelo texto, mesmo desconhecendo a estória que é íntima, está claro, mas, sobretudo, pelo dizer. Grato pela nova valência “aventureira”. Está reconhecida e bonita a voz. Parabéns! Fico à espera de mais.

  6. A. Pedro Correia says:

    O João ia ficar contente com este podcast e, especialmente, com os podcasts no Aventar. Um abraço.

  7. Elvimonte says:

    À excepção do A. Pedro, duvido que alguém tenha conhecido o João José Ferreira da Silva Santos Cardoso.

    (Do alto do 4º andar por cima da discoteca Almedina, debruçado na varanda sobranceira à Ferreira Borges, o João José continua a olhar para a baixa de Coimbra com um misto de repúdio e sarcasmo.)

  8. Rui Curado Silva says:

    No dia em que foi criada a rúbrica “Hoje dá na net”, jantei com o João José no 007 e ele estava todo entusiasmado, e falou-me também de várias ideias de voz e de rádio através do Aventar.
    Sem dúvida que se fosse jantar com ele seria o primeiro assunto da noite. Ele gostava muito de vós.

  9. Bruno Gonçalves says:

    Saudades do João José

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.