Tradições familiares

Dezembro de 2016. Jornal PÚBLICO.

Já em Dezembro de 2016 o jornal PÚBLICO chamava à primeira página as “práticas familiares” na Câmara Municipal de Gaia, liderada pelo “socialista” Vítor Rodrigues.

Dizia o jornal que “familiares directos do presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, e do vice-presidente, Patrocínio de Azevedo, a adjunta da presidência e autarcas de juntas de freguesia, todos com responsabilidades políticas no PS, integram a direcção de três das principais instituições de solidariedades social do concelho, a quem a autarquia entregou o negócio das Actividades de Tempos Livres (ATL) nas escolas, que eram geridos pelas associações de pais.”

E mais adiantava o jornal que “a mulher do autarca, Elisa Costa, é vice-presidente da assembleia geral na Sol Maior, de cuja direcção faz também parte, como vogal, Margarida Rocha, adjunta do autarca e irmã do seu chefe de gabinete. Margarida Rocha, membro da comissão política concelhia do PS de Gaia, é um dos nomes apontados para integrar a lista à câmara nas autárquicas de 2017. Já o deputado do PS e presidente da Junta de Freguesia de Mafamude e Vilar do Paraíso, João Paulo Correia, preside ao conselho geral daquela IPSS, da qual faz ainda parte outro presidente de Junta de Freguesia, neste caso de Oliveira do Douro, Dário Freitas.

Mas havia mais: 

[Read more…]

Nemo iudex in causa sua

A Associação Portuguesa de Mulheres Juristas (APMJ), a cuja Assembleia Geral preside a Procuradora-Geral Adjunta, a Exma. Sra. Dra. Maria Cândida Almeida, instituiu o prémio Teresa Rosmaninho, destinado a premiar trabalhos realizados por estudantes de Direito, cujo tema se insira na área dos Direitos Humanos das Mulheres.

O valor pecuniário do prémio, segundo o seu Regulamento, é de mil euros, doados por António Rocha, herdeiro de Teresa Rosmaninho e actualmente a exercer funções de chefe de gabinete do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, funções essas que acumula com as de vogal da direcção da Cooperativa Sol Maior.

O júri que decide a atribuição do prémio Teresa Rosmaninho é composto por três elementos, um dos quais é o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e também fundador da Cooperativa Sol Maior, o Dr. Eduardo Vítor Rodrigues. Da direcção da Cooperativa Sol Maior fazem parte a esposa do Dr. Eduardo Vítor Rodrigues e a irmã do Sr. António Rocha.

O prémio Teresa Rosmaninho do ano 2017 foi atribuído à Cooperativa Sol Maior.