Efeméride

Já “no seu tempo” Fernando Pessoa se encontrava num plano dificilmente concebível pelos seus contemporâneos. Hoje é total e absolutamente incompreensível. Encontra-se num além para cuja idealização já não dispomos de inteligência. A 4 de Julho de 1913, com 25 anos de idade, iniciava assim a “Hora Absurda”:

O teu silêncio é uma nau com todas as velas pandas…
Brandas, as brisas brincam nas flâmulas, teu sorriso…
E o teu sorriso no teu silêncio é as escadas e as andas
Com que me finjo mais alto e ao pé de qualquer paraíso…

E prosseguia.
Uniu as margens a 30 de Novembro de 1935.