Uma Imprensa Livre

 

No dia em que o país cai de joelhos perante mais uma maravilha da criatividade financeira – o que eles se riem -, a “imprensa livre” cumpre com marcial rigor a função que lhe cabe num país democrático, esse país flor nascida do Abril das madrugadas quentes, cantada por Ary um baú de tolice uma chatice para dizer quem é basta o que disse é uma besta humana que rumina, Ary, por vezes, não tinha modos, esta é a Primeira Página online de um jornal “de referência”. Hoje. Futebol, Bebé na Bolívia, Poço em Espanha, WhatsApp, Acidente com autocarro, Vale e Azevedo, Lady Gaga, Criança pugilista, Atropelamento. E Grifos.

Evoco, por um esforço voluntário, para sair desta emoção,
Evoco, com um esforço desesperado, seco, nulo,
A canção do Grande Pirata, quando estava a morrer:

 Fifteen men on the Dead Man’s Chest.
Yo-ho-ho and a bottle of rum!

Álvaro de Campos, Engenheiro