Sciences Po

“Não é possível pagar a dívida”, diz quem sabe: