Tiago Braga será o próximo presidente da Metro do Porto

Engenheiro Tiago Braga.

 

O próximo presidente do Conselho de Administração da Metro do Porto – no caso de o seu nome ser aprovado pela CRESAP – será o ex-chefe de gabinete do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, Tiago Braga, actualmente vogal do Conselho de Administração das Águas do Centro Litoral.
Tiago Braga é também presidente da Assembleia da União de Freguesias de Mafamude e Vilar do Paraíso (Gaia), cujo executivo é presidido pelo deputado João Paulo Correia.
É este o seu Curriculum Vitae.

Antes de rumar ao Conselho de Administração das Águas do Centro Litoral, o jovem quadro do PS Gaia esteve no Conselho de Administração dos STCP, facto que suscita – a quem suscita – uma questão: como foi resolvido aquele problema dos autocarros que não passam debaixo dos viadutos?

E, já agora, se também foi recebido na Maçonaria e em que Loja.

 

Os métodos do PS Porto e a memória da PIDE II

Declaração de voto de Cláudia Soutinho, membro da Comissão Federativa de Jurisdição do PS Porto

“Não me revendo na argumentação, na conclusão e na proposta de decisão relativa ao processo disciplinar instaurado contra o militante Bruno Santos na sequência de queixa apresentada pelo camarada Eduardo Vítor Rodrigues, voto contra a proposta de expulsão. 

Na verdade, entendo que os factos relatados consubstanciam um delito de opinião e não uma violação dos deveres de militância em sentido estrito plasmados, quer nos Estatutos, quer no Regulamento Processual e Disciplinar do Partido Socialista. Ainda que algumas declarações do Arguido possam ser passíveis de procedimento criminal pela forma como foram proferidas, julgo que é nessa sede que devem ser avaliadas e não em sede disciplinar de militância. O Arguido emitiu opiniões sobre decisões do camarada Eduardo Vítor Rodrigues enquanto Presidente da Câmara o que não é inédito dentro de um partido plural e democrático como o PS. Por outro lado, as testemunhas relatam como sendo factos ocorrências que carecem de prova e que não são, por nenhum outro meio de prova que não a testemunhal, confirmadas ao longo de todo o processo.

[Read more…]