Por Terras de Cervaria (I)


Comments

  1. maria celeste ramos says:

    Rio Minho vai cheio e o barco parado tenho o meu amor lá do outro lado
    Lá do outro lado e —— já não recordo este poeminha gentil à portuguesa

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s