Sting e o pêndulo de Foucault

[Read more…]

Feels So Good

Chuck Mangione toca Feels So Good, em 2 de Junho de 1978, durante o 271.º episódio do programa The Midnight Special, de Burt Sugarman.

Dedico esta interpretação ao j. manuel cordeiro, o nosso campeão da rubrica Hoje dá na net. Ele sabe porquê.

 

Vedro con mio diletto

O contra-tenor Jakub Józef Orliński canta “Verei com a minha amada”, ária da ópera “Il Giustino”, de Vivalvi.

À minha maneira

Donna Grantis

Há uns anos, o Prince disse: «say ‘what’s up?’ to Hannah on the drums, say ‘what’s up?’ to Ida on the bass, Donna on guitar. My name is Prince». A Donna do Prince é a Donna Grantis. Say ‘what’s up?’ to Donna, sff.

Aretha Franklin

Nina Simone

Nas vésperas de Verão

Há algo de compatível entre um Dão, colheita seleccionada, a moleza do calor e as palavras saídas da guitarra de Pablo Sáinz-Villegas.

O banco dos cartéis

Durante décadas, o HSBC, um dos maiores bancos do mundo, lavou centenas de milhões de dólares para cartéis mexicanos de drogas. [Netflix, série 1, episódio 4]

Orquestra da TAUC – Rock em Português

Magia de Hong Kong

Grupo de cordas (*)

ABBA Greatest Hits – Perpetuum Jazzile, A Capella.

(*) vocais

Tempo de romance

Wallace e Gromit

Coisas boas.

«Serenata ao tempo perdido» de António Victorino d’Almeida

Música para outro domingo de manhã

Novamente, o Quintetto Anedda, com “A Canção do Outono Japonês”, de Yasuo Kuwahara.

Música para um domingo de manhã

Quinteto de plectro “Giuseppe Anedda” interpreta uma rapsódia de temas famosos de Ennio Morricone.

Para os entusiastas

Demetri Martin

“Tentei escrever canções mas, até agora, não me saiu grande coisa. Recentemente, escrevi uma canção de protesto, mas era um instrumental, por isso não era muito eficaz.”

Ignorância, ódio e instrumentalização do medo: Bolsonaro, o Messias da violência

A Vice arriscou-se pelos covis do fascismo que alimentam a ascensão do próximo ditador da América Latina.

O elogio da tortura e a exaltação da violência, o fundamentalismo religioso acéfalo (passo a redundância), a cultura da ignorância e da desinformação e o ódio contra minorias e instituições democráticas atravessam os 25 minutos deste curto, mas esclarecedor documentário. [Read more…]

Robot Atlas a fazer parkour

O software de controlo usa todo o corpo, incluindo pernas, braços e torso, para acumular energia e força para saltar sobre o tronco e subir degraus sem quebrar o seu ritmo.

Who is America?

Sacha Baron Cohen voltou à ribalta com uma série de episódios onde explora as peculiaridades dos americanos. Who is America?

Frédéric Chopin: Concerto para piano No. 1 em mi menor

Ouça-se este monumento do romantismo, soberbamente interpretado por Olga Scheps.

Uma visão de um certo futuro quanto ao uso de dados pessoais


A Google, neste caso a divisão de projectos extravagantes desta empresa, procura convencer-nos que saber tudo sobre todos faz parte do processo evolutivo. E que só temos a ganhar com isso. Há diversas distopias sobre este tema e o tom geral não é optimista. (via)

“Side by Side”

Um documentário que investiga a história, o processo e o fluxo de trabalho da criação de filmes digitais e de película. As experiências e sentimentos de directores, cinematógrafos, artistas e vários outros profissionais sobre trabalhar com o filme e com o digital.

A pós-verdade e o admirável mundo fake

Serviço público de elevada qualidade. O meu sentido agradecimento às pessoas que fizeram este documentário, que merece ser aplaudido e divulgado. A RTP devia ser isto mais vezes.

Nostalgia da luz

No deserto de Atacama, cruzam-se os que procuram o passado: astrónomos que perscrutam o céu transparente, arqueólogos que buscam vestígios de civilizações pré-colombianas, e os sobreviventes da ditadura de Pinochet que procuram o que resta dos familiares assassinados. Um poderoso e comovedor documentário do chileno Patricio Guzmán, realizado em 2010, e premiado em múltiplos festivais de cinema.

http://www.ustream.tv/recorded/26976695

Música com humor

Concerto para Clarinete em Lá maior, K 622, de Wolfgang Amadeus Mozart

Aprecie-se esta música dos deuses e, em especial, o requinte do adágio, ao minuto 13.

Sobre a natureza da educação

Legendas em português disponíveis