Nem Clio nem Audi, carrinhas para todos

Ministério da Contrapropaganda

 

Comments

  1. Dora says:

    -:))


  2. Oh João José esta não resisto a roubar.
    Estou a recordar-me de A GALOPAR,A GALOPAR,até enterrar-los en el mar.

    mário

  3. Marília Costa says:

    ;))))))))) e na volta nem carrinhas, já agora carroças de tracção animal, pois seriam muito mais ecológicas e menos poluentes, ambientalmente ….. :))


  4. Como o velhote da FOZ (Porto) que deu há dias entrevista na TV que recusa vender a sua horta já “cercada” de altos arranha-céus de betão e que anda com a sua carroça pela cidade a vender os produtos da hora mesmo com toda a pressão que tem de a vender para
    para os “rios” – tudo é cercado mas disse ele que enquanto vivo vai resistir e ter horta e vender rua fora de mula misturada entre automóveis – acabam os velhores, acaba a terra agrícola das periferias urbanas (agricultura-peri-urbana) fazem-se mamarrachos e compram-se os tomates espanhóis e epois os malthusianos dizem que a TERRA não chega para produzir alimentos para toda agente – sacanas – aqui sim diria que “o povo da AR é demasiado ignorante e para tanto ignorante poderiam ser reduzidos a 10% porque não estão ali a fazer nada e tudo o que fazem é comprar mais topos de gama e que se lixe o tal “povo” – ando a ser depromovida em “povo”


  5. Nem mais… a imagem diz tudo! E o próprio título do post!

  6. Marília Costa says:

    nightwishpt em resposta à sua questão acima referida sobre o meu comentário, queria só esclarecer que os animais iriam em ambos os locais, os animais de fora,os k puchariam a carroça, que seriam os trabalhadores e cumpridores da sua função, que lhes foi atribuída, os animais que iriam dentro da dita carroça, que seriam os chulos, egoístas e com a absurda ideia de que seriam superiores aos demais quadrúpedes…… espero ter conseguido ser esclarecedora e acima de tudo justa com os respectivos animais, os viajantes e os trabalhadores…. ;)))))))

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.