O caso Relvas, resumo da matéria dada

O caso Relvas não é um problema de pressão de ministro sobre jornalista: isso é rotina.

O caso Relvas não passa pela correspondência com a maior anedota da espionagem portuguesa, a anedota tem barbas.

O caso Relvas resume-se a isto: na Assembleia da República um ministro, sob juramento, mentiu. Não vou dizer que é original, mas foi o primeiro a ser apanhado.

Secou, escusam de regar. Demora muito a demitir-se?

Fotografia Portocovense

Comments

  1. Carlos Ivo da Silva says:

    Quando o Ministro Relvas se demitir, acordem-me, por favor. Devo ter dormido demasiado à sombra da bananeira neste país que as dá em grande quantidade, embora não contabilizadas para a exportação. As ( e os ) bananas ficam cá todas ( os ) a consumirem-se a elas ( eles ) próprias ( os ). Viver não custa, mas é preciso que estes pulhas nos deixem, o que não tem acontecido.

  2. Marão says:

    Resgatar a democracia.
    Vendida, emprestada, rasgada, escondida, maquilhada, sem ninguém saltar da formatura.
    Mais uma vez, conforme a cor com que se deixaram pintar, não há cão nem gato político que não venha a terreiro defender a sua dama obedecendo ao guião da confraria.
    Neste caso Relvas, só de má fé para confundir ou baralhar se podem pretender colocar no mesmo plano competências, âmbitos e finalidades distintas.
    Fazer o Parlamento esperar pela ERC seria inofensivo e humorístico se não fosse abusivo e ridículo.
    Qualquer coincidência com a desfaçatez da anterior governação é exposta e esclarecedora semelhança.
    Se a prática da nossa democracia e a obediência na representação se pauta cegamente pelo colante que nos cravam na lapela, de olhos vendados ao cheiro da barricada que nos tolhe, de democracia temos apenas máscaras e figurantes amestrados.
    Em vez de apalpar pela relva é premente cavar a fundo até á raiz.
    Pior ainda, O PSD diz depositar toda a confiança no ministro, parecendo que o que o País pensa não conta para nada.

  3. Pisca says:

    Mas as agências contratadas estão a fazer o seu trabalho e vai passando:

    – “Coitado do relvas, foi apanhado no meio de uma luta de tv’s”


  4. Relvas ………… sêcas – e de misturas daninhas

Trackbacks


  1. […] quem mentiu na Assembleia da República não merece a confiança política de nenhum primeiro-ministro que se preze, e ponto […]


  2. […] Um governo corrupto 18/07/2012 Por João José Cardoso Deixe um Comentário Um governo que tem um Miguel Relvas é corrupto (e não quero saber do detalhe anedótico da licenciatura, o caso contado por Helena Roseta é muito mais grave e as mentiras na AR chegavam). […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.