Rostos de quem passa fome para que a banca lucre

banca

Em Dezembro passado, a revista Visão trouxe a reportagem “Os rostos reais da fome em Portugal“. Oito testemunhos, que poderia ser nossos, do país onde se salvam os bancos primeiro e se olha para as pessoas depois – mas apenas para ver que cortes adicionais se podem fazer.

Comments

  1. portela says:

    É justo recordar aqueles que de facto ganhando, também deram a ganhar ao país: Alfredo da Silva, António Champalimaud, Tomé Feteira, Cupertino de Miranda, Afonso Patrício Gouveia, as suas empresas, principalmente as suas fábricas, foram berçários onde muitas outras se formaram.
    O que remos hoje? Os empresários da grande distribuição do import, import. Os amigos do sr Coelho. As fortunas desses agiotas continuam a aumentar e o nosso dinheiro a sair para a Holanda. Mas vivemos acima das nossas possibilidades, é claro eles têm que manter os lucros.

    Aqui, neste país, dez milhões de portugueses como eu, e outro coelho cantaria.

  2. kati says:

    Portela quando vais meter uma bala na cabeça do Coelho?

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.