Matar as Repúblicas? suicidem-se

Tenham vergonha deputados do PSD que andaram por Coimbra, a começar em quem foi dirigente associativo como Emídio Guerreiro.

O regime de excepção para as Repúblicas estudantis, tradicionais em Coimbra, e sob proposta do PS, foi rejeitado pelos partidos da maioria na Assembleia da República (PSD e CDS/PP) na votação na especialidade das alteração à Lei de Arrendamento (n.º 38/XII proposta pelo Governo), que decorreu quarta-feira (dia 30) na Comissão de Ambiente, Poder Local e Ordenamento do Território. in Campeão das Províncias

Os outros acabam de dar um tiro nas patas. Quem se mete com as Repúblicas leva, mais de um século de História o atesta.

Comments

  1. Kirk says:

    Vivi anos na Trunfé-Kopus. Desde que de lá saí ainda se manteve durante uns anos. Finalmente foi sacrificada aos interesses do cimento armado. Em seu lugar ergueu-se um mamarracho cuja beleza nem nos alicerces do Trunfo tinha lugar.
    Mudam-se os tempos…
    K


  2. Olha quem ele é… grande abraço.

  3. Tito Lívio Santos Mota says:

    está tudo doido varrido com a ganância do dinheiro.

    Neste caso, ganhar dinheiro com habitações precárias e insalubres.

  4. Ana Cravo says:

    [comentário repetido = spam]

  5. Ana Cravo says:

    Aqui não há liberdade, apagar comentários não se admite, onde está a liberdade que vocês tanto apregoavam, da ditadura veio a anarquia, e logo nasceram esta cambada de novos fascistas, que vergonha…

    O 25 de abril só serviu para alguns, então temos de combater estes novos fascistas, filhos podres do 25 de abril

    TENHAM VERGONHA

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.