Matar as Repúblicas? suicidem-se

Tenham vergonha deputados do PSD que andaram por Coimbra, a começar em quem foi dirigente associativo como Emídio Guerreiro.

O regime de excepção para as Repúblicas estudantis, tradicionais em Coimbra, e sob proposta do PS, foi rejeitado pelos partidos da maioria na Assembleia da República (PSD e CDS/PP) na votação na especialidade das alteração à Lei de Arrendamento (n.º 38/XII proposta pelo Governo), que decorreu quarta-feira (dia 30) na Comissão de Ambiente, Poder Local e Ordenamento do Território. in Campeão das Províncias

Os outros acabam de dar um tiro nas patas. Quem se mete com as Repúblicas leva, mais de um século de História o atesta.

Comments

  1. Kirk says:

    Vivi anos na Trunfé-Kopus. Desde que de lá saí ainda se manteve durante uns anos. Finalmente foi sacrificada aos interesses do cimento armado. Em seu lugar ergueu-se um mamarracho cuja beleza nem nos alicerces do Trunfo tinha lugar.
    Mudam-se os tempos…
    K


  2. Olha quem ele é… grande abraço.

  3. Tito Lívio Santos Mota says:

    está tudo doido varrido com a ganância do dinheiro.

    Neste caso, ganhar dinheiro com habitações precárias e insalubres.

  4. Ana Cravo says:

    [comentário repetido = spam]

  5. Ana Cravo says:

    Aqui não há liberdade, apagar comentários não se admite, onde está a liberdade que vocês tanto apregoavam, da ditadura veio a anarquia, e logo nasceram esta cambada de novos fascistas, que vergonha…

    O 25 de abril só serviu para alguns, então temos de combater estes novos fascistas, filhos podres do 25 de abril

    TENHAM VERGONHA

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.