Gente perigosa

Bijan Ebrahimi, um inglês de origem iraniana, de 44 anos, com uma invalidez física que o impedia de trabalhar, dedicava boa parte do seu tempo à jardinagem. As suas floreiras estavam constantemente a ser vandalizadas e Ebrahimi queixou-se várias vezes à polícia, sem resultado. Decidiu então tirar fotografias aos miúdos que o faziam, tantas quantas lhes pareceram necessárias para poder apresentar a sua queixa. Mas alguém o viu e avisou as autoridades de que havia um homem, um inválido que passava o tempo todo em casa e no jardim, a tirar fotografias às crianças do bairro. A polícia levou-o para ser interrogado. À saída, alguns dos moradores do bairro gritaram-lhe “Paedo, paedo”, abreviatura de pedófilo. Na esquadra, depois de vistas as fotos e de um longo interrogatório, Ebrahimi ficou livre de suspeitas e foi mandado para casa. Mas por essa altura já circulavam os rumores de que um abusador de crianças tinha sido apanhado pelo polícia. E os moradores não gostaram de vê-lo solto ao final do dia. [Read more…]