Depois do pau…

… a cenoura (mas só depois de meia Europa estar longamente hipotecada).