Alguns riscos da Ritalina segundo o INFARMED

Risco cerebral vascular – Enxaquecas, acidente vascular cerebral e vasculite cerebral: as secções relevantes do RCM e FI devem ser alteradas de forma a harmonizar a informação de segurança existente.

Risco de distúrbios psiquiátricos – Comportamento agressivo, depressão, psicose, mania, irritabilidade e ideação suicida: a utilização de metilfenidato pode causar ou agravar alguns distúrbios psiquiátricos, pelo que todos os doentes devem ser cuidadosamente avaliados relativamente a este tipo de distúrbios antes de se iniciar o tratamento e devem ser regularmente monitorizados relativamente a sintomatologia psiquiátrica, durante o tratamento. Os termos “concentração excessiva” e “comportamentos repetitivos” reflectem efeitos observados do metilfenidato, devendo ser adicionados como efeitos adversos possíveis ao RCM e FI.

Efeitos sobre o crescimento – Para assegurar que qualquer eventual efeito sobre o crescimento seja minimizado, devem ser incluídas no RCM e FI orientações sobre monitorização regular (altura e peso dos doentes) e advertências melhoradas e harmonizadas.

[Read more…]

Maria Luís Albuquerque também assume consequências políticas

E demite-se de sócia da Associação dos Amigos dos Pauliteiros de Miranda.

A Ritalina correu mal

O artigo que a seguir se transcreve não aborda em profundidade os efeitos secundários provocados pelo consumo de Metilfenidato, uma substância que já foi considerada doping e que chegou mesmo a retirar, por duas vezes, ao famigerado Joaquim Agostinho, a vitória na Volta a Portugal em Bicicleta.

O Metilfenidato, princípio activo dos medicamentos usados no tratamento da Hiperactividade e Défice de Atenção ( já em crianças de 3 anos), é um estimulante equivalente às drogas de rua conhecidas por Speeds. Só o nome é mais pomposo.

Já por mais do que uma vez o deputado do PAN, André Silva, levou o assunto ao Parlamento. Desta feita regista-se a pergunta e a resposta do senhor Primeiro-Ministro.

 

A Ritalina correu mal*
Por L. Alan Sroufe
The New York Times, 28 de Janeiro de 2012

Há neste país [EUA] três milhões de crianças que tomam drogas para tratar problemas de atenção. Por volta do final do ano passado [2011], muitos dos seus pais estavam profundamente alarmados por causa da falha de fornecimento nas farmácias de drogas como a Ritalina e o Adderall, drogas essas que esses pais consideravam absolutamente essenciais ao funcionamento dos seus filhos. Mas estarão estas drogas realmente a ajudar estas crianças? Será que deve prosseguir este aumento exponencial da prescrição destes medicamentos?

Em 30 anos aumentou vinte vezes o consumo de drogas destinadas a tratar o Défice de Atenção.

Como Psicólogo que estuda o desenvolvimento de crianças problemáticas há mais de 40 anos, acho que nos deveríamos perguntar por que motivo confiamos tão convictamente nestas drogas.

[Read more…]

Snail Mail

CTT

Excelente profundidade de campo. Fotografia de Luís Araújo.

As duas caras do destino

1200px-janus1

Sabe-se que a memória é coisa curta e volátil, muito sujeita aos desmandos da propaganda e de outros truques hipnóticos muito ao gosto do Príncipe do mundo. Mas ao homem comum, onde quer que ele ainda exista, não há-de ser permitido esquecer que a anterior legislatura, comandada por PSD e CDS, foi um dos mais brutais exercícios de destruição anímica, social, política e humana, de que há memória na história recente de Portugal.

O regime policial, persecutório e em muitos casos criminoso do Estado Novo e da sua ditadura, não ousou chegar tão longe na destruição de um país e na humilhação do seu povo, como o fizeram PSD e CDS nos quatro anos de vergonhosa e inesquecível liderança dos destinos de Portugal.

[Read more…]

Imitatio Dei

Hospital da Guarda “comunica extravio de exames”.

PS: “Responsabilidade” de Núncio comprova negligência de executivo PSD/CDS

A palavra “negligência”, neste assunto, traz a infeliz memória da abstenção violenta. Ide chamar parvos a outros, noutra freguesia.

Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo

“Núncio assume responsabilidade política”. Como se diz na minha terra: Lol.

O Estado guarda. Quem guarda o Estado?

entroncamento

Infelizmente dá-se o caso de certos papéis, vitais para a compreensão de fenómenos sociológicos de grande interesse para a comunidade, mesmo para a que não vive no Entroncamento, estarem expostos aos azares do quotidiano, aos pequenos incidentes fortuitos, absolutamente imprevistos, da exclusiva responsabilidade do destino ou do azar. Foi azar, disse Tibi.
[Read more…]

Offshores

São o vestígio da verdadeira lei que há pelo menos cinco séculos governa o mundo: a Pirataria.

O Fisco e o isco

Um dia acordaremos a saber que o empréstimo da Troika foi todo para offshores.

Abrenúncio

O Diabo é que 10 mil milhões são trocos.

Gaia, o suplício das Árvores

Onde anda o PAN? E “Os Verdes”? Quem pára isto?

gaia_arvores

Síntese, antítese e tese

“A mentira, na Política, é inevitável. Sejamos sérios.”
José Miguel Júdice, TVI, 15 de Fevereiro de 2017

júdice.jpg

 

Carlos Paredes

Carlos Paredes (Coimbra, 16 de Fevereiro de 1925 – Lisboa, 23 de Julho de 2004)

carlos_paredes_1

Estão todos demitidos. Vamos para Eleições.

Está demitido Mário Centeno, Ministro das Finanças de Portugal, o melhor da nossa democracia, por andar a negociar a presidência da Caixa Geral de Depósitos por e-mail e SMS, prometendo aquilo que não pode dar, por ser ilegal, e por, afinal, não ter dito a verdade sobre o que realmente prometeu ao banqueiro.

Está demitido António Costa, Primeiro-Ministro de Portugal, o melhor da nossa democracia, por ter dado cobertura formal ao erro do seu Ministro das Finanças, o melhor da nossa democracia, emitindo um comunicado oficial no qual reafirma a lisura do comportamento do Governo e do seu Ministro, facto que não corresponde totalmente à verdade.

Está demitido o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, por ter diligenciado, junto do vice-presidente de um Banco concorrente da CGD, António Lobo Xavier, a obtenção dos registos de comunicações privadas entre o Ministro das Finanças e o gestor cuja contratação para o Banco Público estava a ser negociada. Isto sem o conhecimento quer de Mário Centeno, quer de António Costa, o Primeiro-Ministro em funções.

Está demitido o Conselheiro de Estado António Lobo Xavier por, objectivamente, se ter colocado numa situação de intolerável conflito de interesses, imiscuindo-se em assunto interno de um Banco Público, concorrente do Banco BPI do qual o próprio é vice-presidente e a quem aproveita a fragilidade da CGD, enquanto actuava investido em três funções distintas e só compatíveis num país que perdeu totalmente a noção da realidade: comentador televisivo, banqueiro e Conselheiro de Estado.

Uma vez que estão todos demitidos, precisamos de eleições legislativas antecipadas.

Do Montijo, com lisura

Secar o Aeroporto do Porto para saturar Lisboa e construir no Montijo. Um truque inaceitável.

A invenção da escrita

fn_n

Sócrates:
– Ouvi contar que viveu para os lados de Naucratis, no Egipto, uma divindade muito antiga, cujo emblema sagrado é a ave que eles chamam, tu o sabes, ibis, e cujo nome era Theuth. Foi ele que descobriu a aritmética, a geometria e a astronomia, o trictrac e o jogo dos dados e também, ficas a sabê-lo, as letras. Por outro lado, naquele tempo, reinava sobre todo o Egipto Thamous, que vivia naquela grande cidade que os gregos conhecem pelo nome de Thebas do Egipto e que tem por deus Ammon.

[Read more…]

Adoção

STJ obriga a ouvir crianças.

O pó da verdade

“Pilatos replicou-lhe: Que é a Verdade?”
(João 18:38)

romanino_pilato_pisogne

Parece ter terminado o folhetim que envolveu o Ministro das Finanças, que chegou a ser ameaçado com uma queixa-crime por deputados cuja credibilidade há muito ficou soterrada em fotocópias a preto e branco e irrevogavelmente submersa no mar profundo.
Ainda assim, não será inútil sublinhar, não relevando, sequer, o objectivo que realmente move os ofendidos, que o Governo, designadamente o senhor Primeiro-Ministro e o próprio Ministro da Finanças, agiram de acordo com aquilo que é o seu dever, respeitaram a dignidade das suas funções, assim como a das instituições do Estado que representam e dos cidadãos que servem.

[Read more…]

“Governo portou-se com lisura”.

Assunto encerrado.

img_5407

Centeno

centenolusa

Defendi aqui Mário Centeno das atoardas que envolviam já queixa-crime e outras originalidades plenas de coerência política, como é timbre, aliás, do irrevogável CDS. Se o Ministro das Finanças não mentiu, deve encerrar-se o assunto e seguir em frente. Mas se mentiu, deve sair. Um alto responsável público não pode mentir.

A municipalização do ensino

img_5401

Dá conta a comunicação social que uma escola de Gaia inventou um “projecto” a que deu o nome de Saber, pelo qual terá sido “distinguida” nos EUA – o jornal não diz por quem* – e que recebeu também a benção da autarquia, que publicita o feito através de meios institucionais. Ora, consiste esse original “projecto”, segundo a bizarra notícia, em pôr alunos do secundário a ensinar os seus colegas mais novos.
[Read more…]

A marcha do fascismo

c3_ckx7vuaaqkj5

Foram recentemente introduzidas alterações ao Código Civil, no sentido de reconhecer os animais como seres sensíveis. Não estando, ainda, do ponto de vista jurídico, equiparados a pessoas, os animais, com esta alteração legislativa, deixam de ser coisas aos olhos da lei, circunstância que altera profundamente o seu estatuto e protecção jurídicas, além do que lhes atribui formalmente uma nova relevância social.

Acontece que, a par disto, existe o SICAFE, o Sistema de Identificação de Caninos e Felinos, criado pelo Decreto-Lei nº 313/2003 que, no seu Artigo 3º, nº3, estabelece que “A identificação só pode ser efectuada por um médico veterinário, através da aplicação subcutânea de uma cápsula no centro da face lateral esquerda do pescoço.”

Esta “Cápsula” é um implante electrónico que contém um código com um número de dígitos que garantem a identificação individual do animal e permite a sua visualização através de um leitor, um aparelho igualmente electrónico destinado à captura e visualização dos dados constantes da cápsula.

[Read more…]

Os números sórdidos das crianças retiradas às suas famílias pelo Estado

bbcc6a4317d0445ecba433e1999154fa

Há  8.445 crianças institucionalizadas que foram retiradas às suas famílias. O Estado paga 80 milhões de euros por ano às “instituições” a quem as entrega. Só no últimos dois anos abriram 122 destas “instituições”. O Instituto da Segurança Social não comenta. Mas tem que comentar.

 

Imagem: Banksy

Crime, disseram eles

centenolusa

Segundo relata a comunicação social, o CDS, que foi parte fundamental do anterior governo, ameaçou o actual Ministro das Finanças com uma queixa-crime, por causa do assunto da Caixa Geral de Depósitos. Isto, apenas alguns dias depois de o ex-colega de governo de Paulo Portas, o ex-ministro Álvaro Santos Pereira, ter defendido publicamente a pena de prisão para políticos e banqueiros que cometam fraudes, ao mesmo tempo que acusou o ex-líder do CDS de “traição à Pátria”.

[Read more…]

A face oculta da violência doméstica

Um excelente trabalho do jornalista Miguel Carvalho sobre a violência doméstica, onde é desmontado o mito segundo o qual as vítimas são quase sempre as mulheres. Há estudos que apontam para cerca de 50% de vítimas do sexo masculino. A ler com muita atenção.

im_visao

Imagem: Visão

As árvores também se abatem

img_2540

Tem ocorrido nestes dias, por iniciativa da Câmara Municipal, o abate massivo de árvores num dos mais importantes e emblemáticos jardins de Vila Nova de Gaia, o Jardim Soares dos Reis. Com a violência que as imagens documentam, este ex-libris da cidade tem visto ser-lhe aplicada a receita já experimentada na Beira-Rio e no Jardim do Morro, assim como noutros locais da cidade, onde centenas de árvores têm sido igualmente abatidas.

O Jardim Soares dos Reis é um local particularmente importante na história da cidade de Gaia e até do próprio país. Situa-se no Alto da Bandeira, zona que deve o seu nome ao militar que foi cinco vezes Chefe de Governo e liderou as tropas liberais durante o episódio do Cerco do Porto, de seu nome Bernardo de Sá Nogueira (1795-1876), também conhecido por Marquês de Sá da Bandeira.

[Read more…]

Eutanásia social

12122905_10153686806873308_6840162400734219849_n

O modo como um país encara e valoriza as suas crianças e os seus idosos define o seu grau de desenvolvimento humano e a sua própria viabilidade enquanto organismo social e civilizacional vivo.

Portugal, nesta matéria, apresenta sintomas antigos e agudos de uma grande degradação e tem em prática políticas que o tornam uma sociedade degenerativa, inimiga da infância e da velhice, e, como tal, inimiga da sua própria viabilidade.

No caso da infância, chegámos ao ponto extremo de optar por políticas claras de institucionalização, seja na escola, onde as crianças chegam a passar 12 horas por dia, seja no asilo moderno, onde são internadas de modo compulsivo depois de literalmente raptadas às suas famílias. O Estado, que soube baixar brutalmente o Subsídio de Desemprego ou o Rendimento Social de Inserção, atirando centenas de milhares de crianças para a pobreza extrema, é o mesmo que paga 800 euros por mês a Instituições privadas por cada criança raptada que lhes seja entregue. Temos, assim, o Terceiro Sector a viver do negócio do tráfico humano, com o beneplácito e o patrocínio do poder público.

[Read more…]

O erro ético

francois-fillon-admet-que-les-plans-d-economies-de-son-gouvernement-etaient-des-plans-d-austerite

O candidato da direita à presidência francesa, François Fillon, depois de se ter descoberto que tinha beneficiado a sua família no contexto da sua actividade política, veio a público reconhecer o “erro ético” e pedir desculpa aos franceses.

Se fosse por cá, era capaz de vir para os jornais negar tudo, mentir descaradamente, evocar os santos e a virgem Maria. Esconder-se-ia em casa durante duas semanas e depois regressaria sorridente, como se nada se tivesse passado, e até receberia um “prémio de prestígio” qualquer.

A França perdeu muito nos últimos anos, mas pelos vistos não perdeu a vergonha toda.