Operação da GNR, ASAE e SEF em pequena feira de velharias

Barão de São João é uma pequena e pacata aldeia localizada a cerca de uma dezena de km. da cidade de Lagos. A povoação já conheceu dias melhores. Nos últimos anos,  o abandono de Portugal (e particularmente da aldeia) por parte de residentes estrangeiros, a partida em massa de emigrantes que aqui se tinham estabelecido, a fuga de jovens em direcção às cidades, conjuntamente com a crónica falta de emprego pioraram as coisas. O abandono da agricultura tradicional e o quase desaparecimento da construção imobiliária (grande parte dos homens trabalhavam ultimamente na construção civil, como pedreiros, pintores, carpinteiros, canalizadores, etc.) deixaram a comunidade local em estado de letargia quase total.

Um único acontecimento animava a localidade, proporcionando algum fluxo de dinheiro aos cafés, bares, restaurantes , pequenos produtores agrícolas e artesãos: a chamada feira de velharias de Barão de São João, um mercado informal realizado no último Domingo de cada mês, onde se vendia sobretudo velharias, objectos em segunda mão e artesanato. Gente das proximidades aproveitava assim para, uma única vez por mês, arredondar os seus quase nenhuns proventos.

A feira foi crescendo pouco a pouco e, com o seu colorido e diversidade, atraía gente de vários pontos, como vendedores, clientes ou simples visitantes que, após o passeio pelo mercado, se aventuravam pelo interior da aldeia.

Ontem, uma mega operação conjunta da GNR, ASAE e SEF, deu uma machadada quase final neste quadro. Dezenas e dezenas de pessoas foram multadas por [Read more…]