O risco do antes de tempo

Ter razão antes do tempo, além de não se traduzir em vantagem alguma, pode ainda ser um sério problema, especialmente se isso implicar decisões fora de tempo. Fala-se, por exemplo, que Steve Jobs teria planos para o iPhone na gaveta alguns anos antes do respectivo lançamento, tendo esperado que a tecnologia permitisse implementar a sua visão do produto. Um lançamento precoce do produto teria morto o conceito e deixado terceiros à cuca da ideia.  A história, verídica ou não, não surpreende, pois o próprio Jobs sentiu na pele a realidade do antes de tempo com o lançamento de um belo computador, o NeXT, mas fazendo-o muito antes do mercado estar para ele preparado. [Read more…]