O novo banco do PSD…

… ainda não fez um chavo e já estoirou 400 mil euros. Se alguma vez isto der mesmo em banco, daqui a 10 anos cá nos encontraremos no habitual resgate. Giro, giro, será ouvir os que agora descascam na CGD virem dizer que é o preço de se ter um banco público.

pires de lima

Foto: TVI24Paulo de Azevedo não quer continuar
à frente do banco de fomento

Desde que a direita decidiu dar azo à sua reincidente vocação bancária, uns quantos artistas têm-se entretido a plantar a ideia sobre não ser a mesma coisa caso esse papel coubesse à CGD e que, coitadinha, a banca privada teria competição desleal, como se a Caixa não tivesse, até, mais obrigações do que os restantes bancos. Mas têm razão, não seria a mesma coisa. Não haveria, por exemplo, o recrutamento e as pessoas acertadas a comandar a “pipa de massa“.

Mas então, para que serve a “Instituição Financeira de Desenvolvimento, vulgo Banco de Fomento“, que assumiu para cognome a designação dessa outra destinada a operar “na metrópole e no ultramar“? [Read more…]