“A felicidade pública é um desígnio da política”

Assim nos ensina a aposentada Assunção Esteves, com medo do “inconseguimento” de uma Europa não conseguida, sem o “soft power sagrado“, o medo do não conseguimento… em francês, “re-ur-sir”.