Manoel de Barros (1916-2014)

Partiu o homem do Pantanal, o sábio da terra e dos bichos, aquele que propôs como definição de poeta “um sujeito que em vez de mexer com borboletas, pedras, caracóis, mexeria com as coisas úteis”.

[Read more…]