Mais um prémio para um filme português

Agora, quando não existe sequer política cultural, os filmes portugueses desataram a ganhar prémios internacionais.

Estes filmes resultam obviamente do algum (parco) investimento que se fez no cinema português incluindo, naturalmente, o investimento público.

Há uns anos conheci, num país africano, um fotógrafo italiano que era fã incondicional de Pedro Costa. De Portugal sabia pouco, mas conhecia os filmes todos do realizador e o seu próximo projecto seria vir conhecer o país onde aquelas histórias tinham sido rodadas.

Os filmes portugueses têm hoje uma circulação internacional invejável, especialmente se considerado  o seu custo e os meios envolvidos, funcionando autonomamente como embaixadores do país. Por outro lado, e apesar do seu baixo orçamento, alimentam uma  quantidade considerável de emprego especializado e criativo. [Read more…]