Xerém ou Xarém de berbigão

Hoje fui à praça e comprei 1kg de berbigão. Depois de considerar várias hipóteses para dar tratamento aos bichos, lembrei-me de algo que não como há algum tempo: um xerém.

O xerém (também conhecido por xarém) é uma das mais desconhecidas receitas da cozinha algarvia, ainda que tenha entrado nas gastronomias de alguns países africanos e no Brasil. Por ser muito fácil fazer e muito saboroso, compartilho a minha receita (existem variantes) com os leitores do Aventar.

1 kg de berbigão, ameijoas ou conquilhas

2 colheres de sopa de azeite

1 cebola

1 tomate maduro (facultativo)

200g de farinha de milho grossa

cerca de dois litros de água

coentros

sal

100g de presunto (facultativo)

Deixe os bivalves cerca de duas horas em água com sal para que percam a areia e lave-os bem.

Se usar presunto, corte-o em cubos e frite-os no azeite. Retire. Com o restante azeite, refogue a cebola e o tomate, ambos picados. Deixe alourar.

Junte a água com o sal e vá acrescentando a farinha lentamente, mexendo sempre. Coze durante 15 minutos. Sem retirar o tacho do lume, deita-se o berbigão e os coentros picados. Deixa-se abrir o marisco e serve-se imediatamente. Experimente.