Earth Overshoot Day

Queira ou não queira, uma pessoa é obrigada a constatar a exiguidade do espírito humano. Temos os media cheios de conversa fiada sobre nomes sonantes de personalidades da actual corte política, vereadores, presidente, blá, blá, blá. Para não falar em futebóis.

Já uma notícia verdadeiramente dramática, à escala planetária, como a de se terem oficialmente esgotado, no passado dia 1 de Agosto, os recursos naturais da Terra disponíveis para 2018, não interessa nada, não interessa a ninguém.

Os cidadãos sempre prontos a consumir, os políticos a promover o comércio livre, as multis a enfunar-se de oportunidades, o espírito do negócio a modelar as relações, uma orgia alienada e indiferente às gerações futuras.

A WWF afirma que “hoje, precisaríamos de 1,7 Terras para satisfazer as nossas necessidades”. Mais do que necessidades, precisamos de mais Terra por egoísmo, falta de amor e de responsabilidade. Sobre os crimes dos nazis, muitos alemães contemporâneos diziam que de nada sabiam. Saberiam ou não. Nós, hoje, é que não podemos dizer que não sabíamos, pois a informação está disponível – só não sabe quem não quer. E nós até sabemos, não temos justificação. Somos uma reles espécie.