Não chega ser do Sporting de Braga

Uma metáfora fantástica de Pacheco Pereira sobre Marcelo.