E assim a medicina veterinária pula e avança…

Não tenho cães, nem sou amigo ou associado de qualquer associação de defesa dos animais. Tenho é cerébro e consciência crítica. E, vá lá, aguma decência, apesar da minha tendência para o humor negro. Por isso, esta notícia do JN, a confirmar-se, não me merece mais comentários.