Chamam-lhe a nova lei da cópia privada, eu chamo-lhe a lei da extorsão (acho que faz mais sentido)

Caros senhores do Governo, da SPA, Agecop e afins, posso fazer-vos umas perguntas?

Sempre me disseram que perguntar não ofende, por isso desde muito cedo comecei a fazer perguntas. Um vício que ainda não perdi. Hoje, os senhores do Conselho de Ministros aprovaram uma nova lei, uma nova versão da lei da cópia privada. Mexe com direitos de autor e, acima de tudo, mexe com o dinheiro de todos os cidadãos.

[Read more…]

Arrastão fecha as portas

Como tudo na vida, também a vida de um blog tem um fim. Digo ‘adeus’ ao Arrastão com um ligeiro sentimento de nostalgia mas sem sentimentalismos. Já foi um blog imprenscindível da esquerda mas, ao longo dos últimos tempos, perdeu fulgor e estava a mirrar.

Há uns anos atrás, frequentava-o com aguma frequência. Não diária mas pontual. Não lia tudo, mas alguma coisa. Não concordava com tudo, aliás discordava de muita coisa, mas era importante para perceber argumentos de alguma esquerda no debate de temas relevantes da sociedade portuguesa.

Agora o Arrastão fecha as portas. Até ao próximo.

Olha, em Portugal há manipulação política…

De repente parte do país descobriu que havia (há) manipulação política nas redes sociais e em órgãos de comunicação social. Um facto extraordinário. Em Portugal? Sim, em Portugal, esse país até agora imune a algo que acontece no resto do mundo.

Uns reagiram como virgens ofendidas inocentes, fazendo de conta que não sabiam de nada. Outros, inocentes, não sabiam mesmo de nada. Não sei qual destes estatutos seria o melhor. Se tivesse de optar, teria preferido ficar no leque dos últimos. Pelo menos eram inocentes puros, até alguém lhes roubar o chupa-chupa.

Esse alguém foi Fernando Moreira de Sá, que, por sinal, é meu amigo. Ao contar à Visão a sua perspectiva de um período agitado da política lusa, colocou a nu a forma como se faz política. Não apenas em Portugal. Não apenas neste momento. Em todo o mundo e desde sempre. O que mudou foram os meios.

[Read more…]

Comunidade Portuguesa de WordPress organiza 3º WordCamp no Porto

O Porto vai receber, a 9 e 10 de Novembro, o terceiro WordCamp que se realiza em Portugal. É uma iniciativa da Comunidade Portuguesa de WordPress, agendada para o Instituto Superior de Engenharia do Porto.

As duas anteriores edições foram em Lisboa, em 2011 e 2012, e esta é a primeira vez que o Porto é cenário do evento, sendo esperadas cerca de duas centenas de participantes, não só da região mas de todo o país e, eventualmente, alguns estrangeiros.

WordCampPorto_logo

[Read more…]

Os amanhãs que cantam

Por fim, vamos ter um novo chefe do Governo. O líder do partido dos contribuintes, o defensor da lavoura nacional, chegou onde sempre quis: a liderança do executivo.

O facto de ser apresentado como vice-primeiro-ministro não lhe irá diminuir a autoridade. Na realidade é Paulo Portas quem manda no Governo. E com a vantagem de não ter de responder por ele em primeira instância. Haverá melhor que isto?

paulo-portas

Vai ainda coordenar com Maria Luís Albuquerque, em quem não tem confiança, as relações com a troika. Já se sabe, pois, quem vai mandar.

[Read more…]

A realidade da política portuguesa ultrapassa qualquer ficção

Com comportamentos dignos de bobos da corte, Passos Coelho, Paulo Portas e Vítor Gaspar são os protagonistas de uma ópera bufa de terceira categoria.

Gaspar saí sem surpresa mas com estrondo e não se roga a deixar uma carta ao país onde diz que Passos é incompetente para liderar o Governo. Passos volta a não consultar o seu parceiro de coligação sobre o novo nome para a fundamental pasta das Finanças. Portas esquece-se de dizer que se o caminho for esse, então não terá outra opção que não seja a demissão. Nada diz e demite-se a 30 minutos da tomada de posse da nova ministra.

Gaspar, Passos, Portas

[Read more…]

Da lista dos beneficiários de apoios sociais aos açoites é só um passo

É tudo uma questão de linguagem. Mesmo num país tão pequeno como Portugal há aqueles pequenos detalhes que fazem com que um simples objecto para pendurar roupa seja identificado como cabide numa parte do país e de cruzeta noutra.

passos

Por isso não fico espantado quando o Governo pretende publicar a lista dos beneficiários de apoios sociais e lhe chama uma forma de promover a transparência e o controlo da despesa. O Terreiro do Paço pode ter jeito para artimanhas linguísticas, como se vê.

[Read more…]

É só fumaça

Tinha menos de quatro anos, por isso não acompanhei com detalhe, fosse na televisão, na rádio ou, no dia seguinte, nos jornais, os acontecimentos daquele dia de Novembro de 1975. E como gostava de lá ter estado. Bom, em rigor, como gostaria de ter estado em tantos momentos da história. Porque naquele momentos fez-se história. Mesmo que quem lá esteve não tenha dado por isso.

pinheiro azevedo fumaça

[Read more…]

Os sítios do costume

O primeiro-ministro, num rasgo brilhante de imaginação, anunciou hoje que o Governo vai cortar nos sectores da segurança social, educação e saúde. Isto é, três das áreas onde tem feito cortes sucessivos desde o momento em que o fulano jurou defender a Constituição.

Ah, a Constituição, aquele documento chato e incómodo que impede a tropa que lidera Portugal de dar cabo da população do país ainda mais depressa. Esse mesmo papelucho que serviu de escapatória aos malvados do Tribunal Constitucional para não avalizarem as justas medidas de um Governo inspirado em fazer cortes sempre aos mesmos.

passos

[Read more…]

Ó Correio da Manhã, agora quero saber quanto custou a máquina de lavar e o frigorífico de Sócrates

A vingança é uma coisa tramada. Às vezes leva as pessoas a cometer atitudes infantis. Daquelas capazes de transformar homens de barba feita, e alguns até carecas, em meros adolescentes imberbes e espinhosos.  Quem não se lembra de, na nossa meninice, termos exercido actos de retaliação a quem não nos deixava jogar à bola “à frente”, como os avançados?

Foi inevitável lembrar-me desses tempos ao olhar hoje para a primeira página do Correio da Manhã.

cm

[Read more…]

Momento Monty Python

Foi de manhã cedo. Vi, li, reli e não consegui parar de ri desde esse momento.

José Sócrates vai fazer comentário político na RTP.

José Sócrates

Li no DN. Os jornais online também trouxeram a notícia e ainda não houve desmentidos. Deve ser verdade.

António José Seguro é que não deve ter achado piada.

O homem que não acerta uma

Falhas previsões, atrás de previsões. É que não acertas uma. Isso, convenhamos, é mau para um ministro das Finanças, que deveria tratar os números por ‘tu’.

Reconheces que a recessão é séria, grave e que os elevados níveis de desemprego são alarmantes. E depois? Isso é evidente, está à tua frente todos os dias. Ou andas distraído. E tu, sim, tu, és um dos responsáveis. Longe de ser o único mas fazes parte desse grupinho de gentalha.

Isso é mau para um ministro cuja missão deveria ser olhar pela saúde da economia e finanças nacionais, em vez de ser apenas um mero técnico oficial de contas da troika.

Lisboa - Conferência Vitor Gaspar

Falas de números de desemprego. Ninguém te disse que não são números, são pessoas? Reais.

Tens coragem de assumir as más notícias. Mas não tens coragem de assumir os erros próprios e, acima de tudo, não tens coragem de ir pregar a outra freguesia. Se houver fregueses que te queiram aturar.

Hoje, Gaspar, hoje somos um país mais triste, mais desesperançado, mais perdido e em depressão. Isto, Gaspar, deve-se a ti. Não só. Mas também.

Sócrates deixou de ser um fardo para a família

José Sócrates arranjou emprego. Jeitoso, ao que parece. E assim deixou de ser um fardo para a família e menos uma preocupação para a banca.

Procura-se especialista em Excel

Ministério das Finanças

Procura-se (M/F)

Especialista em informática com detalhados conhecimentos de Excel.

Para desempenho de funções relacionadas com a reparação de fórmulas Excel que teimam em não funcionar da forma pretendida.

Conhecimentos de economia, seja macro, média e mini, constituem mais valia. Parece que aqui só há conhecedores de economia de papel.

Dá-se preferência a quem não tenha uma visão distorcida da realidade. Para isso já cá temos um.

Oferece-se remuneração compatível com as funções. O chefe gosta de cortar nos outros mas nos dele faz questão de mostrar apreço.

 

Respostas para Ministério das Finanças

Ex-Praça do Comércio (as lojas fecharam todas)

Ao cuidado do Vítor

excel1

“Lembro-me da primeira vez que fiz sexo. Guardei a factura”

Lembro-me da primeira vez que fiz sexo. Guardei a factura

Groucho Marx

O frase do mais prolixo dos manos Marx (não, nenhum deles era aquele que escreveu O Capital) agradará por certo aos inquisidores do Governo, determinados a assumir atitudes de cães de caça à multa (perdão, contra-ordenação) dos incautos contribuintes.

ionline

Sobre o assunto, em modos diferentes, Francisco José Viegas, ontem, e Ferreira Fernandes, hoje, disseram tudo.

[Read more…]

Bravo, Sílvio, se não existisses, tinhas de ser inventado

Lembro de, quando pequeno, ser brindado com um “se não existisses, tinhas de ser inventado, rapaz”. Ocorria quando fazia uma daquelas graçolas que só as crianças são capazes quando a inocência não é uma palavra vã. Estou certo que também ouviram isto.

Não sei se esta frase de mimo, de carinho, também existe em Itália ou se, por lá, há uma qualquer variação.

Se houver, tenho quase a certeza que Sílvio Berlusconi passa a vida a ouvi-la. Mesmo sendo já um marmanjo.

Sílvio Berlusconi é um homem de coragem. Não pactua com suspeitas de corrupção, algo de que a Itália está farta, como se sabe, e vai daí faz uma limpeza. Profunda, daquelas que era bom tom realizar por alturas da Páscoa.

Sílvio Berlusconi

[Read more…]

O segredo do conselho de administração

Uns senhores fizeram uma conferência chamada “Pensar o Futuro – um Estado para a Sociedade”. Parece que foi impulsionada pelo primeiro-ministro. Não acredito. Não acredito que o primeiro-mnistro deste país tenha caucionado uma conferência sobre um tema tão importante onde haja restrições à liberdade de informar.

censura

A não ser… A não ser que este encontro mais não seja que uma espécie de reunião do conselho de administração de uma corporação. Daí as preocupações com as ‘frases retirados do contexto’.

Nesse caso percebe-se. Como diz um afamado ditado: O segredo é a alma do negócio. Logo, como estão a tratar de negócios…

P.S. Há sempre a hipótese dos participantes na coisa quererem dizer palavras menos agradáveis em privado e evitarem serem confrontados com elas em público. Mas não deve ser isso. Não acredito que seja uma questão de falta de carácter.

P.S.S Há sempre a hipótese de ser o clube do Bolinha ou o Clube de Combate.

A ADSE não pode ser extinta e os seus beneficiários inseridos no SNS porque…

A) Seria um desastre para as clínicas e hospitais privados com convenção com o Estado;

B) O PSD não quer e o PS não deixa;

C) O PSD quer mas o PS não sabe muito bem o que quer;

D) Agora não dá jeito;

E) As regras são novas e o pessoal ainda as não decorou;

F) Isto é uma gordura do Estado?

Significado:

ADSE – Assistência na Doença aos Servidores Civis do Estado

SNS – Serviço Nacional de Saúde

Era uma vez um país de reformas estruturais… e de outras

Portugal é um país de reformas. É a minha constatação por estes dias. Dentro de uma semana ou duas, poderei constatar outra daquelas verdades que o senso comum recomenda. Por exemplo, que apesar de tudo, temos um óptimo clima em comparação com outros países. Como eu adoro o senso comum.

Voltando às reformas. Não há nenhum governo que não assuma uma preocupação especial com a necessidade de “reformas estruturais”. São sempre imprescindíveis. As nossas estruturas precisam de tantas reformas que começo a perguntar-me se não será mais uma questão de falta de fundações.

comodus

[Read more…]

Parabéns, temos dos impostos mais elevados da Europa

Por fim, estamos entre os ricos. Custou muito mas podemos erguer os braços ao céu, sorrir, quem sabe derramar uma lágrima ou outra e gritar um sonoro “conseguimos”.

Não é para todos. Já desconfiávamos que estávamos lá mas, agora, é um carimbo quase oficial. Um estudo da KPMG atesta que os “trabalhadores e pensionistas portugueses terão este ano a carga fiscal mais elevada quando comparada com os cinco países mais ricos da Europa”.

Por exemplo, os pensionistas lusos pagam três vezes mais impostos que os seus congéneres alemães. Embrulha, Merkel.

O Lobo que é raposa

“Espécie de nomeação em que pomos o representante das raposas a definir as regras de protecção do galinheiro”

É o que diz Ana Drago de Lobo Xavier.

E agora para algo completamente novo…

Aviso à navegação a todos os candidatos. E candidatos a candidatos. As pessoas estão fartas das frases do costume, de fóruns repetidos, de estados gerais disto e daquilo. Estão cansadas que lhes digam que este sim, este é o momento para fazerem ouvir a sua voz.

Senhores candidatos, as pessoas querem ser ouvidas sempre, querem que as levem a sério, que tenham em conta as suas pretensões. Mesmo que, às vezes, contraditórias. Mesmo que inviáveis. Querem ainda que lhe expliquem porque é que se fazem certas opções em vez de outras. Querem participar a sério e não de faz de conta.

[Read more…]

Entretanto, quando aumentam os impostos…

Dizem que estamos em austeridade, que há que fazer sacrifícios, que há que cortar ‘nas gorduras’, que o Estado deve intervir menos. E entretanto, ‘ajudamos’ um banco com mais de mil milhões de euros.

O Norte do antes quebrar que torcer já lá vai

Sabem aquele ditado “os cães ladram e a caravana passa”? Sinto o mesmo em relação à relação dos diversos ‘governos da República’ e o Norte. Não há governo que não seja acusado de macrocefalia lisboeta, de esquecer o Norte, e todos eles são apontados como os piores nesse departamento. Com naturalidade este é agora o pior de todos, o mais macrocéfalo lisboeta de todos os macrocéfalos lisboetas.

Porque cortou no apoio à Casa da Música. Porque esqueceu as particularidades do Aeroporto do Porto na privatização da ANA. Porque vai passar a produzir em Lisboa o programa Praça da Alegria. Porque foi a Bruxelas buscar dinheiro para aplicar na Madeira e em Lisboa, a regiões do país mais ricas, dizem os números.
Vimara Peres

[Read more…]

O caso das alegadas irregularidades que agora não interessam nada

Um sector sensível: um banco. Ainda por cima público. Ainda por cima o maior de todos.

Um administrador deixa o seu cargo.

Um jornal diz que o tal administrador saiu porque a administração optou por fazer de conta que não houve “denúncias de existência de ilícitos criminais praticados na década passada por directores em funções na instituição”.

Nogueira Leite

Seguem-se as cenas dos próximos episódios. Se os houver.

Funcionários públicos, preparem-se

Conta-nos hoje o jornal Público que “caso o défice orçamental previsto para 2013 comece a derrapar” – vai derrapar -, “o Governo tem preparado um plano de contingência” – é fácil de preparar porque é sempre o mesmo -, “que passará por reduzir ainda mais a factura salarial do Estado” – eu não disse?.

O que implica essa redução? Mexidas nos salários dos funcionários públicos e outras que permitam fazer cair as despesas com pessoal ainda mais do que está previsto no Orçamento do Estado para 2013.

Na última revisão à aplicação ao plano da troika, o Governo admite mexidas que conduzam a um “aumento da eficiência no funcionamento da Administração Pública”. Nesta parte reconheço a minha ignorância. Não sei exactamente o que isto quer dizer. Mas suspeito.

Victor+Gaspar

[Read more…]

É agora que a TAP vai à falência ou vamos pagar mais impostos?

O Governo decidiu não vender a TAP à única proposta de compra, apresentada pelo colombiano / brasileiro / polaco Germán Efromovich.

Goste-se ou não (eu não apreciava) era a única candidatura existente. O Governo diz que não foram cumpridos os requisitos previstos no caderno de encargos. É mais um passo estranho num processo que teve muito pouco de transparente.

tap_aviao

[Read more…]

Sporting precisa é de Pinto da Costa como presidente dos presidentes

Jesualdo Ferreira vai ser apresentado amanhã como novo manager do Sporting. O treinador dos treinadores, na definição do presidente, Godinho Lopes. Homem de valor, sério, empenhado e conhecedor de futebol, não vai ser a resposta aos problemas leoninos.

Não o conheço pessoalmente mas acredito que a imagem pública que transmite seja a sua realidade. Não lhe auguro vida fácil em Alvalade.

pinto da costa

Na realidade o Sporting não precisa de um treinador de treinadores. Precisa de alguém que seja o comandante de todos os presidentes. Do presidente da direcção, do presidente da assembleia-geral e da legião de candidatos a presidente, dos notáveis de ontem, de hoje e daqueles que querem ser notáveis amanhã.

O que na realidade o Sporting precisa é de Pinto da Costa como presidente dos presidentes.

A ilusão das privatizações

Já lá vão mais de 30 anos. A televisão a cores tinha acabado de chegar a Portugal. Era a novidade. Como mais de 30 anos antes os portugueses dos anos 50 se tinham acotovelado para ver as primeiras imagens da TV, no início dos anos 80 viam que a TV também podia ter cores.

O preço dos televisores, claro está, fazia com que não fosse para todos. Era para alguns cafés, restaurantes e para as famílias mais abastadas. As menos abastadas ou pobres tinham de se contentar com um subterfúgio. Talvez se lembrem melhor que eu. Lembro-me de uma placa de plástico duro colorido, ligeiramente côncavo para se moldar ao ecrã do televisor, ainda bem longe dos ecrãs planos de hoje.

[Read more…]

E o meu voto vai para…