Les beaux esprits…

Luís Montenegro, na Assembleia da República, elogia a grandeza de figuras como António Barreto e Santos Silva que, tal como ele, verberaram o “comportamento anti-democrático” dos cidadãos que nas fuças do Relvas cantaram a “subversiva” Grândola Vila Morena.

Dizem as eminentes criaturas que tal é uma limitação à liberdade de expressão.

Francisco de Assis, não se ficando e na passada, defendeu uma aliança do PS com o PSD e CDS. Tão fofos, tão queridos! Chiça, que isto cada vez está mais parecido com uma telenovela mexicana