O caso TAP

Paulo Pereira

11391746_842740045809829_4681629167847910170_n

A venda do grupo TAP ao consórcio de David Neeleman e do grupo Barraqueiro. O encaixe para o Estado será de 10 milhões por 61% da companhia. Contrato obriga próximo governo a vender o resto do capital da TAP.

O que está incluido neste roubo:

Lucros apresentados pela TAP:

– Entre 2009 a 2013 a TAP apresentou lucros no valor de 183 milhões de euros.

– Em 2009, a TAP SA registou um lucro de 60 milhões de euros, em 2010 de 62 milhões de euros, em 2011 de três milhões de euros, em 2012 de 24 milhões de euros e em 2013 de 34 milhões.

Volume de Negócios

2.671,5 milhões de euros (segundo Jornal Negocios 13 Novembro 2014) No final de 2013 O volume de negócios do Grupo registou um incremento de 2% (mais EUR 50,8 milhões que em 2012);

2,8 mil milhões de euros de volume de negócios (segundo o Jornal I) em 2014.

Frota da TAP:

– 4 aviões Airbus A340-300 – 14 aviões Airbus A330-200 – 3 aviões Airbus A321-200 – 19 aviões Airbus A320-200 – 21 aviões Airbus A319-100

Só 1 Airbus A340-300 custa perto de 200 milhões de euros

Novos donos da TAP só garantem sede em Portugal e rotas estratégicas por dez anos

Apresentação do Movimento «Não TAP os Olhos» – Bruno Fialho:

Apresentação do Movimento «Não TAP os Olhos» – General Loureiro dos Santos: [Read more…]