Veja-se como é que o estado cresce

O Decreto-Lei nº 140, hoje publicado em Diário da República, vem criar o Gabinete de Prevenção e de Investigação de Acidentes Marítimos (GPIAM), atribuindo a este serviço a missão de “investigar os acidentes e incidentes marítimos, com a maior eficácia e rapidez possível, visando identificar as respectivas causas”.

Cabe ainda ao GPIAM elaborar “relatórios, promover estudos, formular recomendações em matéria de segurança marítima que visem reduzir a sinistralidade marítima e assegurar a participação em comissões, organismos ou actividades, nacionais ou estrangeiras”.

Até agora, este trabalho era desenvolvido pelo Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos (IPTM), mas uma directiva comunitária obrigou à criação deste novo organismo. [Público]

Mais um nãoseiquê a precisar de uma hierarquia, naturalmente com chefes, de equipamentos, pessoal administrativo e mais umas cenas. Destes, nenhum chegava, pelos vistos. O bla-bla-bla a escrever por este tal GPIAM será especial, deve levar sal. Ah e tal, foi a europa que mandou. Yes, minister.