Quando «Mais vale só …»

 

(Foto: blog Dúvida Metódica)

Nos últimos dias, muito se tem falado e escrito sobre idosos que vivem sós e que morrem sós. Hoje, uma notícia no Público mostra o problema de um outro ângulo: o idoso pode estar muito só, não obstante morar sobre o mesmo teto que a família. Ou, pior, debaixo do teto de um anexo da família. 

Uma mulher de 77 anos viveu numa garagem durante um ano.  Um ato cruel e desumano levado a cabo pela própria filha, que a agredia, que a obrigava a utilizar uma lata para as suas necessidades biológicas e, não espanta, que a alimentou mal.

Esta situação só não se prolongou por mais tempo porque os vizinhos a denunciaram à PSP.