O cão fiel

his-masters-voice-copy

As manobras de manipulação eleitoral em favor da maioria têm, em todos os canais televisivos, atingido níveis demenciais, nunca vistos (e os deuses sabem que já vimos muito!…). Dá resultado? Vai dando. As sondagens parecem mostrá-lo (já sei, já sei, as sondagens valem o que valem, etc. e tal).

Não querendo gastar-vos a paciência com especulações sobre a alienação dos oprimidos, aqui vos deixo um poema breve do velho mestre, que dedico a todas as vítimas que tencionam votar nos seus carrascos:

O cão fiel

Era um cão fiel…
Foi a dar ao rabo atrás do dono
até à oliveira em que este
o enforcou com um arame.
(Joaquim Namorado)

Imagem

Joaquim Namorado

Faz cem anos, por estes tempos, o nosso poeta, amigo, mestre e camarada Joaquim Namorado. Pudesse eu escolher outro poema para o recordar; pudesse este poema ser datado e esquecido num tempo jubiloso. Mas não.

Ele ganha um novo sentido, mas volta a provocar o arrepio dos tempos em que era declamado nos encontros de lutadores contra a ditadura.

namorado-3

Port Wine

O Douro é um rio de vinho
que tem a foz em Liverpool e em Londres
e em Nova-York e no Rio e em Buenos Aires:
quando chega ao mar vai nos navios,
cria seus lodos em garrafeiras velhas,
desemboca nos clubes e nos bares.

[Read more…]