2.3 milhões de euros a arder ao vento

Ventos com força de furacão (265 Km/h) colocaram em Ardrossan, Escócia, esta turbina a arder por causa de rotação a velocidade excessiva. Possivelmente, digo eu, foi o sistema de travões que falhou. No nosso panorama habitualmente planeado com primazia, há umas turbinas bem perto de zonas habitacionais – basta fazer a A8 e observar alguns exemplos. Mas a sorte protege os audazes e nós ousamos e bem.

foto e notícia: The Telegraph