Chumbaram propostas do PS e PCP para reforçar protecção de menores

mas agora alegam que precisam de mais meios. Pelo caminho morreram duas crianças. É o bloco central: partido primeiro, país muito depois. Doa a quem doer.