Informação? Não queriam mais nada…

O pior governo de que há memória na democracia portuguesa, dirigido pelo primeiro-ministro mais irresponsável e manipulador de sempre, não podia ir-se embora sem causar mais prejuízos ao país do que aqueles que, por inépcia, arrogância e falta de sentido de realidade, havia já causado, justificando a presença da troika em Portugal .

O apagamento de informação dos computadores dos ministérios das Finanças e da Economia é, no mínimo, pura má-fé e presta-se a todo o tipo de especulações. O que haveria, afinal, de tão importante cujas pistas tivessem de ser apagadas? O que se pretendeu ocultar?

Isto, claro, para além do óbvio: mais um prejuízo gratuito, mais gasto público, mais trabalho desbaratado, menos eficácia e transparência. Iguaizinhos a si próprios até ao fim.