A doença maldita

Por Noémia Pinto

Há doenças que são uma merda, perdoa-me a expressão. E tu és das piorzinhas que por aí andam. Atacas pela calada, matas lenta e silenciosamente. Apoderas-te de quem é forte e a tua cobardia leva-te a desferir sempre os golpes mais baixos, minando primeiro todas as formas de defesa dos teus inimigos e só depois dando a cara. És repulsivo. De repente, pessoas que tinham saúde transformam-se em marionetas, bonecos nas tuas mãos experientes na arte de matar. Pessoas que, na maior parte das vezes, nada fizeram para que as maltratasses tanto. [Read more…]