José Veiga e Paulo Santana Lopes detidos

suspeitos de crimes de corrupção, branqueamento de capitais, tráfico de influências, participação económica em negócio e fraude fiscal. Resta saber quando sairão em liberdade. Não deve demorar.

"Manifestações são sinal de vitalidade da sociedade civil", Cavaco Silva

Três dirigentes sindicais foram detidos hoje ao final da tarde junto à residência oficial do primeiro-ministro, foram algemados e levados para a esquadra da PSP de Alcântara. in Público