Dias tristes

(pormenor - adao cruz)

“Mais de 100 mil pessoas foram à Praça de São Pedro neste domingo para uma importante demonstração de apoio ao papa Bento XVI sobre o escândalo de abusos sexuais cometidos por clérigos. Bento XVI disse que ficou confortado pela “bela e espontânea demonstração de fé e solidariedade” e novamente denunciou o que chamou de “pecado” que infectou a Igreja e a necessidade de purificação”.

O escândalo internacional que hoje atinge a Igreja Católica advém de provas irrefutáveis de dezenas de milhares de casos de violações infantis e maus-tratos sexuais cometidos por milhares de sacerdotes. As queixas aconteceram ao longo de décadas, e acontecem hoje, surgindo inicialmente nas cidades que albergavam os crentes mais devotos dos EUA. Daí passaram à Irlanda, Itália e Alemanha com grandes populações católicas, e atravessaram continentes. O que perturba é que o actual papa Bento XVI, que na sexta-feira deixou Portugal com cara de santo, foi durante décadas responsável pessoal pela ocultação e encobrimento dos predadores sexuais, cujas vítimas eram crianças violadas em hospícios, reformatórios, escolas para surdos-mudos e deficientes, escolas paroquiais locais e igrejas. Com as suas  mentirosas prédicas Bento XVI procura sacudir as imensas responsabilidades que tem sobre os ombros, por ter protegido durante longos anos os sacerdotes que abusaram pessoalmente de milhares de crianças confiadas à responsabilidade da Igreja. [Read more…]